Matéria sobre DUNGA e Copa do Mundo nO Globo

Escrevi para o jornal O Globo sobre o Ano Pessoal do Dunga para 2010. Afinal, Copa do Mundo vem aí. Aqui está o que foi publicado (vide foto acima).
Como não houve espaço para colocar tudo o que escrevera, eles colocaram o essencial. Aproveito a oportunidade para divulgar aqui os dois parágrafos de previsão que escrevi para o treinador da Seleção Brasileira de Futebol:

Espera-se um poder de comando estratégico e competente de um técnico, principalmente em uma Copa do Mundo. E é o que veremos em demasia de Dunga na África do Sul. Porque, além do treinador da seleção brasileira de futebol viver o Ano Pessoal 8 em 2010, ele possui em seu Mapa Numerológico a forte presença do Número 8.



Justamente por essa intensificação da ambição, da vontade de vencer e de ser respeitado, Dunga precisará ficar atento para não abusar de sua posição de poder. Pois se aplicar sua autoridade de forma impositiva, correrá o risco de se envolver em conflitos com os jogadores, principalmente os mais famosos. E esse embate prejudicar o Brasil na Copa. Buscando uma ação dinâmica e eficiente, com senso de justiça, o capitão do tetra poderá obter o hexa na Copa do Mundo de 2010.

Os Trânsitos de Marte no Mapa Astral

Sabemos que Marte simboliza o impulso para batalharmos por aquilo que desejamos. É o estímulo de agirmos com assertividade (ou agressividade) em prol do que queremos.
Desse modo, quando Marte transita por uma Casa Astrológica, ele está sinalizando que é o momento (ciclo) de agirmos com mais força (Marte) neste âmbito de nossa vida (Casa). Agora, se essa força marcial será vivida de forma agressiva ou assertiva, dependerá de nós.
Tem uma cliente minha que está com Marte na Casa 2. A Casa 2 representa a área financeira. Questões práticas e voltadas para se ganhar dinheiro e obter segurança são vistas na 2.
Ela me contou ontem que brigou (Marte) com seu pai por conta de dinheiro (Casa 2): envolvia o pagamento da mensalidade de sua Faculdade. Ela tem Saturno (pai) em Leão na 2.
Outra amiga, que tem o Ascendente em Aquário e Leão na Casa 7, está, portanto, com o Trânsito de Marte na área dos relacionamentos e das parcerias. Ela me disse que está brigando demais (Marte) com seu marido (Casa 7). E se sente mais impaciente (Marte) com  qualquer pessoa que entra em contato (Casa 7).
Então, quando Marte transita por alguma Casa Astrológica, isso é indício de um período em que estaremos mais impulsivos, combativos e impacientes (Marte) com circunstâncias relativas a temas e atividades dessa Casa de nosso Mapa Natal. Estaremos mais predispostos a batalhar por aquilo que queremos (Marte) neste âmbito de nossa vida (Casa 7). E caberá a nós a maturidade para usarmos dessa predisposição marcial para agirmos com assertividade (Marte) nas questões associadas a tal Casa onde Marte dá o ar de sua graça. Evitar, assim, brigas desgastantes que não levarão a nada.
Tendo em vista que Marte atualmente está Retrógrado em Leão (e ficará até março de 2010), as brigas pelas quais estamos nos envolvendo neste período, muito provavelmente, retratam lutas antigas por metas que queríamos alcançar. Como não as conseguimos, nosso ímpeto de, agora sim, conquistar tais metas é mais acentuado. Eis o fator Retrógrado entrando em cena. Algo adiado e ainda não resolvido volta à tona para ser, enfim, enfrentado e concluído.
Que vivamos o Bom Combate na área onde Marte retrógrado em Leão transita por nosso Mapa Astral.
Beijãozão nocês…
Yub

Projetos para 2010 e Ano Pessoal

Quais os projetos que você planeja desenvolver em 2010? Viajar? Fazer uma especialização? Ter um filho? Expandir sua vida social? Emagrecer? São promessas que já fez em anos anteriores? E por que mais uma vez você procurará realiza-las? Será que chegou o momento certo?
A Numerologia pode ser uma excelente ferramenta para descobrirmos os tipos de atividades que teremos mais chances de desenvolver. Através do Número que simboliza nosso Ano Pessoal, o qual entra em vigor no primeiro dia do ano, podemos saber quais desses projetos estão no momento apropriado de ser vivido.

Exemplo:

Uma pessoa nascida no dia 22 de maio deseja saber como será seu ano de 2010.

2+2+5+2+0+1+0= 12 > 1+2=3 > Ou seja, ela estará no Ano Pessoal simbolizado pelo 3

Entenda melhor quais seus potenciais no próximo ano:

Para quem estará no Ano Pessoal 1 em 2010

Quer iniciar seu próprio negócio? O momento é este! Numa época de renovação como esta, nada melhor do que dar aquela guinada na sua vida. Então, abra sua empresa, seu comércio ou inicie aqueles projetos que tanto sonhou. Será o período para plantar sementes que crescerão no decorrer dos próximos anos.

Para quem estará no Ano Pessoal 2 em 2010

Busca por um relacionamento amoroso? Aproveite este ano. Num ciclo simbolizado pelo 2, as parcerias estão em alta. Fazer acordos e estabelecer vínculos será essencial. Aproveite para dar e receber afeto, a fim de construir relações satisfatórias em 2010.

Para quem estará no Ano Pessoal 3 em 2010

Deseja desenvolver seu lado criativo e expressivo? Eis sua grande oportunidade. Neste seu Ano Pessoal, você sentirá mais vontade de se expor, enfrentar e superar a crítica. Pois irá querer desenvolver várias habilidades comunicativas. Portanto, poderá sentir-se com muita inspiração e entusiasmo. E, com isso, expressar o que pensa, sente e quer com muita inteligência e versatilidade.

Para quem estará no Ano Pessoal 4 em 2010

Almeja fazer aquela reforma ou mesmo construir sua casa? Chegou a hora! Sua capacidade de planejar, organizar suas metas e colocá-las em prática – com muita determinação – estará evidente. Aproveite para trabalhar bastante e reestruturar sua vida. Desse modo, alcançará a segurança tão pretendida em 2010.

Para quem estará no Ano Pessoal 5 em 2010

Sabe aquela viagem que sonhava fazer? Ou aquele intercâmbio cultural? Este é o momento apropriado! Afinal, num ciclo simbolizado pelo 5, nossa curiosidade e desejo de experimentar estão a mil por hora. Tudo para que possamos expandir nossas percepções e nossos horizontes. Aproveite, então, para conhecer novos ambientes e pessoas diferentes. Dê asas ao seu anseio por liberdade.

Para quem estará no Ano Pessoal 6 em 2010

Que tal construir a sua família neste ano? Casar, harmonizar um lar e ter um filho são projetos afins com a simbologia do 6. Então, agora é a hora para sossegar, curtir mais a família e se responsabilizar por assuntos domésticos. E poderá, além disso, desenvolver seu lado social dedicando-se a algum projeto da sua comunidade.

Para quem estará no Ano Pessoal 7 em 2010

Sente necessidade de se conhecer mais profundamente e se aperfeiçoar? Neste ciclo, você terá oportunidades para fazer aquela especialização, iniciar uma terapia ou mesmo aprender a meditar. Porque essas são atividades propícias para o seu crescimento pessoal, técnico e espiritual. É o que o simbolismo do 7 representa.

Para quem estará no Ano Pessoal 8 em 2010

Todo ano queremos ganhar mais dinheiro, certo? Pois, para você, 2010 será realmente um ano propício ao seu crescimento profissional e financeiro. Mas isso não acontecerá magicamente. Supere seu medo do sucesso, aprenda a lidar com o dinheiro de modo prático e invista em seus projetos. Aí, sim, você terá plenas condições de obter maior respeitabilidade através dessas conquistas.

Para quem estará no Ano Pessoal 9 em 2010

Sente-se insatisfeito com várias situações de sua vida? Este é o momento de colocar um ponto final em relações e circunstâncias que não têm muito mais a oferecer. Ganhe sabedoria com o fim desses ciclos e transmita, principalmente por meio do exemplo, essa sua compreensão. Aproveite também para dedicar mais tempo às pessoas que precisam de sua ajuda. É o ano para você fazer a diferença na vida dos outros.
Beijãozão nocês…
Yub

Artigo originalmente publicado na Revista Personare:

Elisabeth Kübler-Ross, os Nodos Lunares e o Karma

Hoje pela manhã, na minha prática meditativa e voltada para a cocriação, li umas passagens do livro de Deepak Chopra (A Realização Espontânea dos Desejos). Refletia sobre o Sétimo Princípio (do mantra RITAM). Ali, o autor escreve o seguinte:
Cada evento possui uma chance particular de acontecer, ou probabilidade. Maximizamos a probabilidade de que algo irá acontecer por meio das nossas ações e muitas delas são determinadas pelo condicionamento kármico, ou seja, as interpretações das experiências e relacionamentos passados que formam e afetam as memórias e desejos da nossa vida.

Não sei o porquê, mas me lembrei dos Nodos Lunares. Você poderá encontrar em seu Mapa Astral a presença deles (do nodo lunar sul e do nodo lunar norte). Eles se parecem com um fone de ouvido grandão.

 Também são conhecidos como cabeça (norte) e cauda (sul) do Dragão.
Os astrólogos kármicos gostam de trabalhar o nodo sul e o nodo norte como o posicionamento astrológico que mais evidencia a nossa herança kármica (de vidas passadas). Tanto em termos do que estamos habituados e temos facilidades (nodo sul) quanto do que necessitamos desenvolver e realizar nesta atual encarnação (nodo norte).
Independente se existe ou não vidas passadas, é bem visível nossa facilidade de viver os assuntos e questões associadas à Casa Astrológica onde nosso Nodo Sul se encontra em nosso Mapa Astral, a partir das características do Signo desse nodo. Assim como temos medo, resistência e insegurança de desenvolvermos as características do Signo de nosso Nodo Norte, nas atividades e circunstâncias vinculadas à Casa de nosso Nodo Norte.
Dizem que a grande arte é equilibrar esses dois pólos. Utilizar como base os atributos do Signo/Casa de nosso Nodo Sul para desenvolvermos as características do Signo de nosso Nodo Norte nos assuntos da Casa Astrológica em que este se encontra.
Um Exemplo bem simples: tenho nodo sul no Signo de Câncer na Casa 4. Consequentemente, tenho o nodo norte em Capricórnio na Casa 10. Câncer e Casa 4 envolvem o lar, nossa residência. Capricórnio e Casa 10 retratam nosso lado profissional, trabalho. Portanto, preciso unir meu lar/residência (Casa 4/Câncer) com meu trabalho/minha vida profissional (Casa 10/Capricórnio). E… eu trabalho em casa. :-)))
Hoje, quando abri meus e-mails. Vi o comentário do Sandro no post anterior (sobre Plutão e o medo da perda). Ele comentava que tinha o nodo sul em conjunção com Plutão na Casa 7. Isso me fez lembrar vagamente do Mapa de Elisabeth Kübler-Ross. Há uns cinco anos atrás, uma aluna de Astrologia (a Nira) me emprestou o livro A Roda da Vida. Fiquei impressionado com o que a autora tinha passado em sua vida… uma vida intensa, repleta de perdas, doenças e renascimentos.
Tive, então, na época, de procurar o Mapa Astral de Elisabeth Kübler-Ross. Vi que ela tinha Sol em Conjunção com Plutão junto com um dos nodos. Hoje não me lembrava de qual. Fui verificar e vi que tal conjunção ocorre com o Nodo Norte da autora, no Signo de Câncer e na Casa 5. Veja:
Foi aí que me assombrei mais ainda. Elisabeth Kübler-Ross tem uma cacetada de posicionamentos astrológicos que envolvem o tema morte-crise-renascimento: Sol em Conjunção com Plutão. Lua em Conjunção com Plutão. Plutão em Conjunção com o Nodo Norte. Saturno em Escorpião. Saturno na Casa 8. Marte em Quadratura com Plutão. Putz… tinha de trabalhar mesmo com o tema MORTE… rsrs
E um detalhe belo… O Ascendente costuma ser o filtro por meio do qual todas as características representadas pelos posicionamentos do Mapa Astral passam. Ela tem o Ascendente em Peixes, com Urano ali, na Casa 1. Ou seja, os atributos de sua personalidade e de sua vida passaram por esse filtro (Ascendente): a capacidade de se sacrificar para ajudar as pessoas (Peixes) de  uma forma original e inovadora (Urano). Kübler-Ross é conhecida como aquela que fez um trabalho inovador (Urano). Foi pioneira (Urano) no trabalho de preparação para a morte (seu lado marcantemente escorpiano/plutoniano).
Se enxergarmos o nodo norte como essa missão que temos, Elisabeth Kübler-Ross cumpriu maravilhosamente o que seu nodo norte em conjunção com Plutão designava… Dedicou a sua vida (nodo norte) ao tema morte (Plutão).
obs.: uma outra sincronicidade que me fez comprovar que deveria escrever sobre esse tema hoje foi o e-mail que recebi minutos antes de pesquisar sobre Kubler-Ross. Uma aluna, cliente e amiga (a Cintia Rodrigues) me enviou seu feedback sobre o Estudo Interpretativo 2009-2010. E falou sobre a Elisabeth Kubler-Ross… rsrs
Beijãozão nocês…
Yub

Plutão no Mapa Astral e o medo da perda

Impressionante como tenho atendido clientes nesta semana e na semana passada que estão me ensinando o quanto Plutão representa o medo da perda. Sim, a Casa Astrológica em que ele se encontra em nosso Mapa Astral mostra os tipos de situações e atividades que mais nos amedrontam. Por causa do merdo da perda…
Reparo o quanto pessoas com Plutão na Casa 5 resistem a ter filhos (Casa 5) por causa do medo de perdê-los (Plutão). E quem tem Plutão na Casa 7? Puxa, o medo de perder (Plutão) a pessoa parceira (Casa 7), seja por meio de uma separação ou da própria morte, é algo muito forte, muito intenso, muito profundo (Plutão).
Estou podendo reparar melhor a dinâmica plutoniana porque Saturno está transitando por Libra. E tem feito conjunção a parte da galera da geração de Plutão em Libra (pessoas nascidas entre 1972 e 1983). Eu faço parte desse povo. Nasci no final de 72. Tenho Plutão a 4 graus de Libra. Ele se encontra na Casa 6: a área da vida representada pela saúde.
Como gosto de compartilhar minhas angústias, mostrando que Astrólogo não é um ser superior e tem medo sim dos trânsitos que vê, tenho percebido o quanto tenho medo (Plutão) de não ter saúde (Casa 6). A passagem de Saturno, o qual também representa MEDO, acentua a tendência temerosa representada por Plutão. Tenho tido vários insights envolvendo essa minha ansiedade em relação à saúde. A homeopatia também tem me ajudado consideravelmente nesse processo. Saturno está demandando maior senso de realismo e maturidade (Saturno) para encarar nosso medo da perda (Plutão), em função da conjunção entre tais astros.
Uma cliente-amiga, com Plutão em Libra na Casa 7, está MUITO insatisfeita com seu relacionamento (Casa 7). O modo desta relação se arrastar por tanto tempo e agora chegar nesse nível de insatisfação estão impelindo-a a encarar com realismo (Saturno) o seu medo de (Plutão) ficar sozinha, sem o seu parceiro de anos (Casa 7).
Ela tem consciência do quanto não há mais prazer e envolvimento satisfatórios neste vínculo. Porém, não tem a coragem de terminar. Mudar, transformar a relação? Ela já tentou várias estratégias nesse sentido. Comprovou que não surtiram efeito. Vê que o rompimento é a saída. Porém, se angustia por não conseguir terminar.
Quem tem Plutão na Casa 7 vive o término de um namoro como se fosse a morte. Dói muito… Eles sentem um luto abissal. Sofrem como se a pessoa com a qual se relacionou tivesse morrido (Plutão). Consequentemente, preferem aquela dinâmica escorpiana/plutoniana de ir até a lama e sentir a última gota de lodo ali, objetivando um renascimento. Até quanto não chegam no fundo do poço mesmo, já esgotados de tanto mergulhar numa situação já deteriorada e podre, não fazem o movimento do ressurgimento. Vivem isso na relação (Casa 7) já carcomida pela insatisfação.  
Porém, com Saturno dando o ar de sua graças pelos próximos 2 anos e meio em Libra, não haverá como evitarmos encarar de forma prática, madura e responsável (Saturno) o nosso medo da perda (Plutão) onde o co-regente de Escorpião se encontra em nosso Mapa Astrológico…
Beijãozão nocês…
Yub

Tiger Woods e a importância do Mês Pessoal nos Ciclos!

Tiger Woods, nascido dia 30/12/1975, resolveu não se dedicar à sua carreira por tempo indeterminado. O melhor golfista de todos os tempos (o Pelé do Golfe), neste mês de Dezembro, vem enfrentando desafios significativos. Desde quando apareceu com o carro batido, uma enxurrada de fofocas e situações estão abalando a vida do atleta.

Sua sogra saiu de ambulância de sua mansão dias depois do acidente de carro. Uma garçonete veio à público dizendo ter se encontrado com Tiger Woods diversas vezes. Os canais de fofoca americanos espalharam nomes de amantes que o golfista parece ter tido (ou ainda ter). Boatos sobre o rompimento de seu casamento também ganham voz.

Quem entende de Numerologia pode se questionar: como assim? Tiger Woods está num Ano Pessoal 8 e no 4o.Trimestre de 2009 simbolizado pelo 1. Era para ele estar assumindo novos desafios (1) profissionais (8) e obtendo ainda mais vitórias/conquistas (1 e 8).

É aí que entra a importância do Mês Pessoal. Ele influi na dinâmica dos ciclos de curta duração (Trimestre e Ano Pessoal). O Mês Pessoal dá uma colorida na interligação entre Trimestre Pessoal e Ano Pessoal.

Na Numerologia Pitagórica, os números 1 e 8 simbolizam mais visivelmente situações de dinamismo, de conquista, de sucesso. Representam uma ambição e uma disposição consideráveis para se buscar avançar, vencer e obter o reconhecimento, inclusive financeiro.

Então, como pode o Tiger Woods abandonar a carreira por tempo indeterminado justo nesta fase tão promissora?

Neste mês de Dezembro, o golfista encontra-se no Mês Pessoal 2. E sabemos o quanto o 2 simboliza uma situação de pausa, recolhimento, parada. Parece que estamos dando dois passos para trás e um para frente.

Observando o colorido do 2 influindo no Trimestre 1 e no Ano Pessoal 8, encontramos fatos compatíveis com esses Ciclos Numerológicos de curta duração vividos por Tiger Woods. Ele fez uma pausa (MP 2) nos projetos (TP 1) profissionais (AP 8).

Para quem estuda Numerologia, o 2 evidencia de modo bem claro a situação arquetípica do conflito, da pausa. Há necessidade de resolver divergências, principalmente num relacionamento afetivo ou numa parceria. E alguma mulher (2) pode ter uma forte influência num ciclo simbolizado por esse Número.

É o que vemos na vida de Tiger Woods: precisa resolver pendências e conflitos em seu relacionamento afetivo (2) para poder renovar (1) sua vida profissional (8) e financeira (8).

Eis um exemplo público da importância de levarmos em consideração o Mês Pessoal na conjugação com o Trimestre e o Ano Pessoal.

Beijãozão nocês…
Yub

Suicídio e Leila Lopes: A coragem CONSCIENTE de se matar!

Acabo de escrever sobre o Signo de Escorpião, aplicando sua dinâmica ao time do Flamengo, e me deparo com as notícias sobre Leila Lopes. Mais especificamente, sobre a carta que ela deixou à família quando foi encontrada morta na madrugada do dia 03/12/2009.
Leila era escorpiana. Nasceu dia 19/11. Há uma polêmica sobre o ano de seu nascimento. Alguns consideram 19/11/1969. Nesse caso, a atriz teria 40 anos. Outros consideram que ela mentia a idade que tinha. Ela dizia ter 40 anos quando, na verdade, tinha 50. Ou seja, teria nascido realmente 19/11/1959.
Analisando os dois mapas, parece que o de 19/11/1959 faz mais sentido. Sol e Marte em Escorpião – em quadratura com Urano. Lua em Câncer. Saturno em Capricórnio. Vênus em Libra.
Saturno em Trânsito pelo Signo de Libra está fazendo quadratura com a oposição natal Lua-Saturno, a qual, por sua vez, está em Quadratura com Vênus em Libra. Além de estar pegando os nodos lunares. Mais uma vez o trânsito de Saturno marcando a morte literal (e não a morte psicológica de Plutão). Embora Plutão no início de Capricórnio esteja também aspectando esses posicionamentos natais.
Marte em trânsito por Leão pode simbolizar a coragem de Leila de colocar fim à sua vida. E esse Marte está justamente em oposição ao Urano: ação (Marte) súbita (Urano) de tirar a sua própria vida (Sol em Escorpião recebendo essa quadratura de Marte), gerando o choque (Urano).
Neste ano de 2009, Leila Lopes estava no Ano Pessoal 5. Tal ciclo simboliza a necessidade de liberdade, de viajar, de romper bruscamente com o que incomoda. Ela decidiu fazer isso por meio do suicídio. Porém, ela não chama de suicídio. Ela simplesmente considerou que fez tudo o que tinha de fazer aqui, estava cansada e quis ir embora. 
Admiro demais quem tem essa coragem. Quem – CONSCIENTEMENTE – considera que realizou o que tinha de realizar e decide colocar fim à vida aqui. Não se prende às crenças espíritas e espiritualistas ao estilo do livro MEMÓRIAS DE UM SUICIDA. 
Ao ler esses trechos, foi possível perceber (posso estar REDONDAMENTE enganado) que ela acredita serenamente que será “perdoada” por Deus. E quis ir para se encontrar com sua mãe (Lua em Câncer).
Não estou justificando TODO suicídio. Sempre considerei suicídio um ato de covardia. Mas em raras ocasiões, pra mim, é o gesto mais corajoso que conheço. E no caso de Leila, posso estar errado, me parece um CONSCIENTE ato de CORAGEM. Ela, como boa escorpiana, conforme escrevera, renasceu mais forte de várias crises. Desta vez, ela quis renascer em outro plano, indo embora daqui. Se esse plano existir, receba daí minha admiração LEILA LOPES!
Beijãozão nocês…
Yub

Flamengo e Escorpião: Campeão Brasileiro de 2009!

Neste ano de 2009, eu me dediquei com mais afinco a observar o Ano Pessoal, os Trimestres e o Mês Pessoal de cada clube do Campeonato Brasileiro. Além, claro, de verificar as questões astrológicas de cada time.
O Flamengo me chamou a atenção nesses estudos. O Clube de Regatas Flamengo foi fundado dia 17/11/1895. É, portanto, um time escorpiano (tem o Sol em Escorpião).
Quem lida com Astrologia sabe o quanto Escorpião simboliza a capacidade de renascer das cinzas. É um ressurgimento dramático, no sentido de enfrentar crises intensas e conseguir sair delas bem mais forte e poderoso.
Vários jogadores do time neste 2009 exemplificaram maravilhosamente bem essa dinâmica “fênix”-escorpiana.
Adriano, o Imperador, retornou da Europa. Sentia-se infeliz morando fora do Brasil, longe de seus amigos e familiares. O clube carioca o contratou e contribuiu para o jogador resgatar sua alegria. Potencial e capacidade, Adriano sempre teve. Faltava esse clima de felicidade. No clube da Gávea, ele conseguiu. Renasceu das cinzas.
Petkovic, foi deixado de lado no início do ano, em seu retorno ao Flamengo. Muitos diziam que ele deveria se aposentar. Ele continuou persistindo, acreditando em si. Começou a ser escalado para o banco de reservas. Passou a entrar nos jogos e, gradualmente, se destacar. Até que, enfim, conseguiu ser novamente titular. E teve desempenhos brilhantes, contribuindo de forma impressionante para a ascensão do clube carioca. Renasceu das cinzas.
Zé Roberto. Chamado de garoto-problema, nenhum time quis contrata-lo. Quase veio para o meu Cruzeiro. Mas não foi efetivada a transação. Ele continuou na Gávea. Com a chegada de Andrade, o jogador recebeu toda a confiança do treinador. Declarou diversas vezes o quanto o técnico foi fundamental para seu crescimento. Quando Adriano não estava em campo, Zé Roberto fazia os gols e era decisivo para as vitórias flamenguistas. Renasceu das cinzas.
Ronaldo Angelim. Quase abandonou os campos em função de uma contusão rara – que por pouco não o levou a amputar uma perna. Mas não desistiu e fez deste ano o ano de sua superação. Fez a profecia se cumprir. Que profecia? A feita no início do ano, quando o Fenômeno treinava na Gávea e todos os flamenguistas diziam que Ronaldo seria decisivo para a conquista do Brasileirão. Acertaram: Ronaldo foi o herói do titulo, fazendo o gol do campeonato. Só errou de Ronaldo: foi o Ronaldo Angelim. rsrs
E o técnico Andrande, heim? Pegou o time lá embaixo na tabela. Depois dos conflitos de relacionamento entre o elenco e o técnico anterior (Cuca), o ex-jogador do Flamengo uniu a equipe e a comandou na escalada rumo ao topo. Teve, nesse processo, também de vencer a crise de ser técnico interino e, qdo efetivado, a desconfiança sobre sua capacidade em função de três partidas seguidas sem vencer. Renasceu das cinzas!
Impressionante esses exemplos escorpianos envolvendo o clube rubro-negro neste ano de 2009… Diante de toda essa força para ressurgir das crises, típica do Signo de Escorpião, o clube foi merecidamente Campeão Brasileiro!!
obs.: Ainda bem que meu Cruzeiro conseguiu, pela terceira vez seguida, a vaga para a Libertadores de 2010. E meu MUITO OBRIGADO aos Atleticanos, por terem guardado essa tão preciosa vaga para nós. Vcs exerceram bem a função de Flanelinhas… hehehe
Beijãozão nocês…
Yub

Saturno e o Trocador do ônibus!

Quando peguei o ônibus na 4a.feira de volta para casa, fiquei impressionado com o trocador.
Eu paguei os R$2,30 em moedas. Quando ia entrega-las ao trocador e passar pela roleta, o trocador estava separando algumas moedas de 5 e 10 centavos. Ao olhar para mim, ele se distraiu e deixou duas moedas de cinco centavos cair.
Ele deve ter assustado com o meu susto. Ao vê-lo separando moedas enquanto lhe oferecia as minhas moedas, eu me surpreendi. Quando disse:
– Confere aí, irmãozão – entreguei minhas moedas junto com meu olhar de espanto. O trocador era um senhor de idade e completamente vesgo.
Ao olhar para ele, me perguntei, de forma preconceituosa:
– Putz! Como ele conseguirá separar essas moedas e conferir as minhas? E como ele pegará as moedas que caíram?
Paguei, passei a roleta e ele me pediu para pegar as moedas que caíram. Assim o fiz.
Vi uma moeda de cinco centavos que estava perto de sua poltrona. E lhe entreguei. Sabia que tinha caído mais, pois ouvi o barulho de mais de  uma. Mas eu não a encontrava. Já ia seguir meu caminho e procurar um lugar para me assentar quando ele me mostrou onde estava a outra moeda de cinco centavos.
Sorri internamente. Vi que ele, mesmo vesgo, enxerga melhor do que eu. Fui lá onde ele me mostrara e peguei a moeda de cinco centavos.
Havia um lugar perto dele. Ali me sentei.
Passou alguns instante e tomei outro susto. O trocador, esse senhor velhinho e absurdamente vesgo (daqueles que vc fica com aquela sensação estranha quando olha nos seus olhos), começou a berrar. Ele apontava para o ônibus à esquerda do nosso. Chamava pelo trocador do respectivo balaio (=ônibus).
Quando o sinal parou e o ônibus onde estávamos emparelhou com o outro, o velhinho disse para o outro trocador:
– Fala para o “fulado de tal” (motorista do respectivo balaio) fechar direito o elevador porque a língua tá saindo pra fora. Poderá cortar algum motociclista ou machucar pedestres.
Eu tive de olhar duas vezes para o elevador do ônibus ao lado. Até que vi a língua do elevador para fora.
Sorri de novo, desta feita de modo visível, em direção ao velhinho. Caraca! O cara enxerga MUITO!! E tá ligado em tudo. Porque enxergou a língua do elevador do outro ônibus para fora enquanto estávamos em movimento!?!?
Foi aí que me lembrei de Saturno. Este astro, no Mapa Natal, representa algo que temos muito medo, porque nos sentimos DEFICIENTES de agir dessa maneira (características do Signo) e tratar desta área de nossa vida (atividades da Casa onde ele se encontra).
Mas por ser algo que sentimos essa DEFICIÊNCIA, queremos compensa-la com muita dedicação, esforço e constante aprimoramento. Vamos, gradativa e insistentemente, trabalhando essa DEFICIÊNCIA, de modo a se tornar um dos nossos maiores tesouros. Porque queremos ser MESTRES no que antes representava DOR e nos fazia SOFRER, tamanha a DEFICIÊNCIA.
É aquela história de nossas fraquezas representarem aquilo que somos mais fortes. E que nossa maior força é justamente nossa maior vulnerabilidade. Isso é SATURNO. E o trocador de ônibus me mostrou isso. Sua maior DEFICIÊNCIA (sua visão defeituosa) se tornou sua MAIOR FORÇA, porque ele é MESTRE em enxergar minúcias. Enxergou onde a moedinha de cinco centavos caíra e a língua do elevador do ônibus ao lado aberta.
Isso me fez lembrar um amigo meu. Ele declarou em um programa isto:
– Medo é uma coisa que eu não tenho!
Ele tem Saturno na Casa 1, quase cravado ao Ascendente.
O Ascendente representa justamente a nossa maneira de enfrentar a vida e o modo como nos lançamos ao desconhecido. Com Saturno ali, a pessoa pode se sentir DEFICIENTE (Saturno) em enfrentar a vida e se lançar ao desconhecido (Casa 1). E, justamente por isso, ter MUITO MEDO (Saturno) de qualquer experiência nova (Casa 1). Essa pessoa pode batalhar para vencer essa deficiência e se tornar mestra (Saturno) na arte de enfrentar o desconhecido e os desafios da vida (Casa 1).
Então, MEDO é algo que esse meu amigo dever ter (Saturno), de TUDO (Ascendente)!! Porém, de tanto batalhar para superar essa deficiência (Saturno), ele se tornou MESTRE (Saturno) em enfrentar o desconhecido, as experiências novas e os desafios da vida como um todo (Ascendente).
Beijãozão nocês…
Yub

Psicologizando o Ciclo simbolizado pelo 1 na Numerologia: Por que acidentes?

Há algum tempo venho observando na prática a incidência de acidentes em nossa vida quando passamos por um Ciclo 1. Antes dessa constatação, eu atribuía a possibilidade maior de nos acidentarmos quando vivíamos um Ciclo simbolizado pelo Número 5.  
Em julho deste ano (2009), Felipe Massa, vivendo o 3o.Trimestre simbolizado pelo 1 (num Ano Pessoal 4 e num Mês Pessoal 2), sofreu aquele acidente.
E agora foi a vez do golfista Tiger Woods (nascido dia 30/12) se acidentar (no dia 27/11/2009). Ele vive o Ano Pessoal 8, o 4o.Trimestre simbolizado pelo 1 e o Mês Pessoal (em Novembro) também representado pelo Número 1.
Um Ciclo 1 é uma época para sermos mais dinâmicos, a fim de acelerar nosso ritmo para vencermos os desafios. Demanda-se coragem e espírito de iniciativa. Um dos objetivos é nos afirmar com mais criatividade e tocarmos nossos projetos com muita disposição. E, com isso, renovar nossa vida.
Se exageramos nessa aceleração, o risco de acidentes aumenta. Como costumo ler os eventos do dia-a-dia como mensagens de nosso inconsciente, fico aqui matutando se Felipe Massa não queria chegar rapidamente à conquista de seus objetivos (1) e, por esse “excesso de velocidade”, acabou atraindo/causando o acidente. Este veio como um sinal do inconsciente: “Calma! Avance, mas não de forma tão acelerada, impulsiva, brusca.”
Será que poderíamos dizer o mesmo para o Golfista Tiger Woods? Será que ele estava num ritmo alucinante, cheio de projetos e desafios, exagerando nesse dinamismo autoafirmativo? E o acidente veio pedir que avance com mais sabedoria?
Não sei se era isso mesmo o que a Vida queria dizer para Felipe Massa e/ou para Tiger Woods. Mas que a reflexão (compatível com a simbologia do 1 em um ciclo) faz sentido, isso faz. rsrs
Beijãozão nocês…
Yub