Exemplo de que o Tarot NÃO é VIDÊNCIA…

Fiz um jogo para uma cliente muito querida que retrata bem algo que gosto de desmistificar.

Muita gente acredita que o Tarot é vidência. Ou que o tarólogo é um vidente.

Fica parecendo mágica. O tarólogo joga as cartas e magicamente tudo se apresenta ao seu campo de visão.

Não é assim. Tarot é estudo e observação constante na prática. Por isso o retorno/feedback dos clientes é TÃO importante. Porque com os exemplos práticos que eles nos dão, nós aprendemos ainda mais as POSSIBILIDADES de MANIFESTAÇÃO do que os Arcanos SIMBOLIZAM.

Quer um exemplo prático? Eis:

Exemplo de um jogo de Tarot para o Amor trazido por um ex-aluno.

consulta de tarot

 

Um ex-aluno meu me trouxe o seguinte Peladan com as respectivas dúvidas para interpreta-lo. 

EX-ALUNO:

uma pessoa me perguntou se vai namorar com fulano até o fim do ano.

as cartas saíram assim:

casa 1: imperador – pajem de paus

casa 2: temperança – 4 de espadas

casa 3: imperatriz – 7 de ouros

casa 4: mundo – 3 de espadas

casa 5: sol – rainha de paus

eu disse à pessoa que não tivesse muita esperança e buscasse curtir o presente. esse mundo com 3 de espadas, a meu ver, pesa muto mais como um NÃO do que como um SIM.

ela me disse que o fulano terminou um namoro há pouco tempo e tem um rolo em outro estado.

sendo assim, disse que era possível que, por mais que ele e ela se firmassem, ia haver a participação de uma 3ª pessoa. que talvez o fulano não se resolvesse com o rolo e tentasse manter tudo ao mesmo tempo. e que ela possivelmente ia preferir sair dessa para outra melhor, já que o mundo representa os fins de ciclo e a carta central é o sol.

sei que o imperador é uma arcano significativo, ainda mais abrindo o péladan. mas o 3 de espadas também tá aí, junto com um mundo. e tem um 7 de ouros mostrando uma atitude de ponderação.

qual a sua opinião, YUB?

Estudo de Caso: Exemplo de um Templo de Afrodite – Tarot do Amor

Pessoal, uma cliente querida disse que eu poderia publicar o caso dela aqui no Blog. Joguei o Templo de Afrodite para ela e o cara que está interessada no final do ano passado. Ela disse que seria legal eu mostrar a quem ainda não me encomendou o Tarot para a situação afetiva, pois mostraria de forma prática como é a minha consulta via internet e a minha interpretação dos Arcanos. 
Então, aqui está!
——————————-
Templo de Afrodite Minha cliente e X

19/12/2012 até 19/03/2013

MINHA CLIENTE                                                                X

Casa 01: imperatriz / as de espadas              Casa 02: imperador / 8 de espadas

Casa 03: enamorado / 10 de paus                 Casa 04: temperança / 8 de paus

Casa 05: carro / 7 de ouros                           Casa 06: pendurado / cavaleiro de copas

                                               Casa 07: morte / 9 de copas

INTERPRETAÇÃO

Casa 01: Quais os planos que você tem com o X? O que espera desta relação?

            O que você está pensando sobre o X e o vínculo com ele?

            Como estão seus pensamentos pelo X e pelo relacionamento com ele?

            Quais são as suas metas para este relacionamento?

            Como está a comunicação entre vocês?

Os planos que você tem com o X são frutíferos. Espera que esta relação cresça, se expanda e seja muito prazerosa.

            Você, Minha cliente, está pensando que o X tem aquele toque protetor, cativante e nutritivo. Pensa que este vínculo seja muito positivo, harmonioso e agradável.

            Seus pensamentos pelo X e pelo relacionamento com ele estão voltados para plantar as sementes de um futuro satisfatório, prazeroso e estável entre vocês.

            A meta que você tem para este relacionamento é a de fazê-lo crescer e dar bons frutos, seja por meio de uma convivência bastante prazerosa ou da criação de família, filhos e de uma união enriquecedora.

            Você está se comunicando com naturalidade, prazer, espontaneidade e expressividade para o X.

            Como essa Imperatriz vem acompanhada do As de Espadas, Minha cliente, você quer porque quer iniciar um novo ciclo (as de espadas) afetivo e prazeroso (imperatriz) com o X. Muitas vezes, com intenção de impor sua vontade, de forçar a barra para conseguir esse vínculo prazeroso e romântico. Pode até ser um pouco rude, brusca e agressiva ao tentar viver prazerosamente ao lado do X.

Casa 02: Quais os planos que o X tem com você? O que ele espera desta relação?

            O que ele está pensando sobre você e o vínculo que possuem?

            Como estão os pensamentos do X por você e pelo relacionamento contigo?

            Quais são as metas do X para esta relação contigo?

            Como está a comunicação entre vocês?

O X tem planos de construir algo sólido com você. Ele espera que esta relação lhe dê estabilidade, segurança material e até mesmo status.

            Ele está pensando que você é muito autoritária. Pensa que o vínculo contigo pode ser bastante opressor, embora sem lhe faltar nada. Pois o progresso material e a segurança podem ser dele por meio desse relacionamento com você.

            Os pensamentos do X estão voltados para te conquistar (talvez até possessivos) e para estabelecer um relacionamento estável e seguro.

            As metas dele para este relacionamento são de conquistar o que tanto ambiciona, principalmente no que tange a exercer domínio. A preocupação dele pode se concentrar nas questões de conforto, em prover tudo que garanta o bem-estar material.

            A comunicação dele pode estar bastante firme, objetiva e autoritária. Talvez ele esteja conversando mais sobre os assuntos financeiros, práticos, profissionais e materiais. A fala dele pode exaltar uma certa frieza e poder, pois tem a intenção de exercer domínio sobre você.

            Como esse Imperador vem acompanhado do 8 de Espadas, ele está bem bloqueado e impedido de realizar essa intenção de ter um relacionamento sólido, estável e seguro contigo, Minha cliente.

OBS.: dois naipes de Espadas logo nas primeiras Casas podem me dizer que o conflito de vontade está forte entre vocês, Minha cliente… E como tem Imperador na jogada, um pode estar querendo dominar o outro. Enquanto você quer prazer com ele, ele pode querer simplesmente segurança ao seu lado. Se você tem fama, status e poder material, ele pode estar querendo isso de você. Ao mesmo tempo, está com bloqueios e impedimentos para realizar a ambição de te controlar e de ter algo mais sólido e estável ao seu lado.

            Ou você quer ser mãe, ter família com ele – e ele está impedido por conta das obrigações familiares ou profissionais, ou mesmo materiais, de te oferecer filhos e família.

Casa 03: O que está sentindo pelo X?

            Como estão os seus sentimentos nesta relação?

            Como tem expressado o seu afeto pelo X?

Você está encantada pelo X, Minha cliente.

            Seus sentimentos estão repletos de romantismo e muito afeto nesta relação.

            Você tem expressado seu afeto pelo X com cartas, flores, jantares, enfim, com um toque sedutor altamente romântico. Mesmo com algumas dúvidas quanto ao que sente de fato e se quer realmente se comprometer emocionalmente com o X.

            Como esse Enamorado está junto com o 10 de Paus, você está esgotada, exausta, por sentir o que sente pelo X. Ou por conta das dúvidas sentimentais em relação a ele. Talvez haja uma outra pessoa na sua vida e você não sabe por qual opta: essa pessoa ou o X. E essa dúvida está te consumindo, te deixando muito cansada.

           

Obs.: Enamorado e Imperatriz te representando, mostram que você está mesmo encantada e apaixonada pelo X.

Casa 04: O que o X está sentindo por você?

            Como estão os sentimentos dela nesta relação?

            Como o X tem expressado afeto por você?

O X está sentindo por você um certo afeto, baseado numa amizade sincera. Mas sem aquele envolvimento emocional típico de uma paixão ou um relacionamento amoroso.

            Os sentimentos dele nesta relação estão sendo ajustados, refletidos, ponderados. Porque há conflito interno sobre o que ele realmente sente. Há dúvida e há divergências internas a respeito do que ele verdadeiramente sente neste relacionamento. E isso pede um processo alquímico de compreender melhor o que sente e fazer os devidos ajustes. Afinal, ele – emocionalmente – pode ter passado por uma situação dolorosa e agora encontra-se tentando se harmonizar e ter mais paz em termos afetivos. Daí os prováveis conflitos e incertezas que trazem uma certa ansiedade sobre o que ele realmente sente por você.

            O X tem expressado seu afeto com distanciamento, ponderação e reflexão. Uma certa passividade e marasmo sentimentais podem estar sendo vividos por ele neste relacionamento com você. Talvez sinta amizade por você ou porque está cansado de tantas brigas e de tentar harmonizar os conflitos e divergências entre vocês.

            Como essa Temperança vem acompanhada do 8 de Paus, Minha cliente, ele está se deparando com vários conflitos, oposições e obstáculos para conciliar as divergências e resolver os conflitos entre vocês… ou mesmo de tomar um novo rumo, mantendo apenas a amizade com você.

            Pode ser também que haja um distanciamento físico entre vocês, com um morando numa cidade e outro noutra. E está difícil de ele resolver esse obstáculo, precisando ter muita paciência… os conflitos por conta da distância também estão grandes…

            Obs.: como no caso dele há Imperador e Temperança, não dá para esperar muito dele. Ele está muito racional. E nestes três meses há muitos impedimentos para ele estar com você, uma vez que há Arcanos que simbolizam demora: imperador, temperança e 8 de espadas. Além do 8 de Paus.

            E a sua dúvida, então, que está te deixando cansada, pode ser se você realmente se compromete com o X, ou se não se compromete com ele. As suas dúvidas podem ser provocadas pelo distanciamento do X, pelos obstáculos e impedimentos que estão bloqueando o X para estar contigo. Ou pela racionalidade dele, por não vê-lo tão romântico, já que está bem racional e te tratando mais como uma amiga. Essa dúvida se espera ou não ele resolver esses problemas pode ser o que está te exaurindo, te consumindo, te deixando muito cansada.

Casa 05: O que você está querendo com o X?

            Como está a sua vontade nesta relação?

Você está querendo conquistar o X, Minha cliente.

            A sua vontade está frenética, a mil por hora, nesta relação. Pode, inclusive, estar com ansiedade, pressa, impulsividade no relacionamento. Porque quer mais estímulo, desafio e progresso neste vínculo.

            Como esse Carro está junto com o 7 de Ouros, existe o conflito se vai com tudo para conquistar o X ou se mantém tudo como está.

            Obs.: o Carro simboliza viagens, e você pode querer viajar para se aproximar do X. Porém, o 7 de ouros é bem parecido com o Enamorado. Ou seja, ambos são repletos de dúvidas. Você está pensando e refletindo bastante se vai de encontro ao X ou toma um novo rumo, procurando outra pessoa. 

             

Casa 06: O que o X está querendo com você?

            Como está a vontade do X nesta relação?

O X está querendo fazer sacrifícios por você (talvez por te idealizar ou pelo medo de ser abandonado). Ou não quer se relacionar com você, uma vez que queria estar ao lado de OUTRA pessoa (provavelmente alguém do passado que o abandonou).

            A vontade dele está bloqueada nesta relação. O X está enfrentando diversos obstáculos, bloqueios e impedimentos para manifestar o que quer de fato.

            Como esse Pendurado vem acompanhado do Cavaleiro de Copas, Minha cliente, ele está impedido de se aproximar romanticamente de você.

            Obs.: o X está representado por DIVERSOS Arcanos que simbolizam obstáculo, impedimento, bloqueios: Imperador, 8 de Espadas, Temperança e Pendurado. Ou seja, nestes três meses, Minha cliente, a relação com ele está impedida…

Casa 07: Qual a tendência para o futuro entre vocês nos próximos 3 meses?

A tendência para o futuro entre vocês nos próximos três meses é de crise. Brigas, desentendimentos, duras cobranças e críticas ferinas poderão existir durante este período. Se não se comprometerem a mudar muitos hábitos e posturas no relacionamento, o risco de rompimento é forte. Então, por mais doloroso e sofrido que seja, vocês têm condições – se quiserem – de mudarem para construir um laço mais vital, um vínculo mais essencial, estrutural.

Tendo em vista a conjuntura de Arcanos do X, essa Morte pode representar a morte da relação… você não se relacionarão nestes três meses. Mas existe o risco de, mesmo assim, manterem a idealização e o sonho de viverem um romance satisfatório depois destes três meses. Só que tais obstáculos e impedimentos que os atrapalham provavelmente continuarão após esses três meses.

Então, Minha cliente, você – se quiser – poderá agradecer (9 de copas) por esse relacionamento terminar (Morte). E partir para um novo relacionamento (Carro), escolher outra pessoa (Enamorado) e dar um basta nesse cansaço, nessas dúvidas e nessa impaciência de esperar romanticamente o X.

Bem, minha Querida Minha cliente, eis aí a leitura de seu Templo de Afrodite com o X. Como não sei nada sobre a relação de vocês, espero receber seus feedbacks e exemplos práticos de o que está ocorrendo em termos de FATOS com vocês.

Beijo bem carinhoso nocê…

Yub

Muito obrigada Yub!!
 
Vou sim lhe dando alguns feedbacks. 
 
Vou também, já agora,  confirmar-lhe algumas coisas que escreveu: 
 
* Sim, eu estou apaixonada, mas cheia de dúvidas pela falta de atenção, paixão e entrega da parte dele.
* Ele passou sim por uma situação dolorosa, foi abandonado e trocado por outro, e vejo que ainda está ligado à ex-namorada, que o fez sofrer muito. 
* Vivemos a 1 hora de distância um do outro.
* Eu acho que ele se sente bem comigo e vê que comigo pode ter alguma estabilidade, por eu ser mais velha e mais madura que a ex ( ela tem 20 anos e eu 34), mas preso ao passado.. sinto isso , vejo isso. Ele está sim a resolver conflitos dentro dele. 
 
Vou só lhe actualizar que no domingo encontramo-nos, conversámos e decidimos dar um recomeço. 
 
Agora vamos ver o que se segue =)
  
Um grande grande beijinho =) *

Minha Cliente

Compartilhando um Jogo de tarot:Eu devo pegar o carro do meu cunhado?

Nesse Sábado, dia 07/01/12, eu e a Cris estávamos na dúvida se deveríamos pegar o carro emprestado de meu cunhado. Ele viajaria no Domingo e poderíamos usar seu automóvel durante uma semana. Ainda mais nesta próxima, a qual está repleta de médicos e compromissos, por conta do final da gestação da Sophia.

Porém, estávamos receosos. Porque ficamos preocupados com o tanto de detalhes e obstáculos que teríamos de superar, tais como o carro ter a direção hidráulica (nós nunca dirigimos um assim), não ter seguro contra terceiros, estar numa garagem que é osso de tirar o carro e mais o risco que existe de se pegar um carro que não é seu.

Então, eu e a Cris decidimos jogar o Tarot para esta questão: se deveríamos pegar o carro de meu cunhado emprestado neste sábado, dia 07/01/12.

Joguei o Método Pèladan. Caso queira saber mais sobre a disposição das cartas e os significados das Casas desse Método, é só clicar aqui: http://yub-tarot.blogspot.com/search/label/Como%20jogar%20o%20M%C3%89TODO%20PELAD%C3%80N

Eis os Arcanos que saíram:

CASA 1: IMPERADOR / REI DE ESPADAS


CASA 2: CARRO / PAJEM DE ESPADAS


CASA 3: PAPA / 5 DE OUROS


CASA 4: LOUCO / PAJEM DE PAUS


CASA 5: LUA / 10 DE PAUS

Interpretação Resumida:

A Casa 1 é o que está favorável de ocorrer na questão abordada. Imperador e Rei de Espadas são Arcanos poderosos e simbolizam a capacidade de realizar suas metas com muita racionalidade, frieza e senso estratégico. Além da praticidade. Lida com os fatos.

Já me animei quando vi esse POTENCIAL. Estava favorável sim pegar o carro emprestado.

Na Casa 2 – os obtsáculos à questão – saiu o par Carro / Pajem de Espadas. O obstáculo (Casa 2) era ter a coragem suficiente (Carro) para pegar o carro (Carro) nesta situação desafiante e tensa (Pajem de Espadas).

A Casa 3 – o desenrolar da questão – tinha Papa e 5 de Ouros. O Papa acredita, tem os conhecimentos e vai agir de forma correta. O 5 de Ouros simboliza a falta de recursos e habilidades técnicas, uma certa falta de perícia.

Eu combinara com a Cris e também com meu cunhado de que não decidiria por pegar o carro emprestado antes de ir lá na garagem onde ele está, aprender a ver seu câmbio e tentar tirá-lo de lá. Na minha cabeça, direção hidráulica era sinônimo de fazer um movimento milimétrico no volante e o carro se jogar todo para o lado.

De todo modo, o 5 de Ouros era bem essa minha (e da Cris) falta de experiência com carro com direção hidráulica e com a ré ao lado da primeira. Lembrei de um dia, quando peguei o carro de minha irmã, na época, um gol, para levar da garagem de uma outra irmã até a de meus pais. E eu ralei para levar o carro, por conta das marchas muito próximas e a primeira ser no mesmo sentido da ré. Até então, nunca tinha dirigido um carro assim. E estava com receio de ralar de novo com um carro assim. 

A Casa 4 – o resultado final dessa questão – tinha LOUCO / PAJEM DE PAUS. Ou seja, existia o potencial de arriscar (Louco) e aceitar essa proposta desafiante (Pajem de Paus).

Foi o que aconteceu. Nós fomos. Eu – com a ajuda da Cris e de meu cunhado – consegui tirar o carro da garagem. E já fiquei maravilhado com a direção hidráulica nas manobras na garagem. Aproveitei o sábado de pouco movimento para dirigir pelas ruas ao redor de nossa casa, a fim de treinar. E fui me adaptando ao nível dos pedais, especialmente o controle de embreagem.

E estou completamente apaixonado pelo carro. Será que iremos comprar esse carro de meu cunhado?? 😉

Beijãozão nocês…
Yub

Jogando o Tarot: Conseguiremos alugar o apartamento X até 31/12/11

*****************Casa 3*************




Casa 01******casa 5*************CASA 02




****************CASA 4************

Eu e a Cris temos até 16/1/12 para sairmos do apartamento que locamos. A proprietária não quis renovar o aluguel depois desses 30 meses.
 
Então, em meados de Novembro, eu e a Cris vimos alguns imóveis pelos sites de imobiliárias da região em que moramos. Selecionamentos alguns e fomos visitá-los.
 
Encontramos um que mais se encaixou no perfil de nossas necessidades de moradia, ainda mais que a Cris estará no final da gravidez em Fevereiro e precisa ser mais perto da faculdade. Ela estará no último semestre de seu curso de psicologia.
 
Dissemos aos corretores que tal apartamento nos agradava e queríamos alugá-lo. Porém, baixamos o preço de R$1.100,00 para R$900,00. E seria necessário a proprietária fazer uma reforma no banheiro, em função de um vazamento que detectamos lá. Na verdade, a água estava transbordando lá dentro.
 
Os corretores disseram no dia seguinte que teria de ser R$950,00. Topamos. E que falariam com a proprietária. E que se ela não quisesse fazer tal reforma no banheiro, eles mesmos fariam. Aguardamos.
 
Nesse interim, arrumamos a documentação necessária. Entregamos aos corretores. Eles dizendo que a reforma estaria feita até dia 10/12/11. Então, ontem fomos fazer a vistoria. Porque os corretores disseram que a proprietária tinha mandado um cara lá para arrumar várias coisas do apartamento, incluindo o vazamento do banheiro.
 
Ainda no final de novembro, quando acordamos isso com os corretores, a Cris jogara o Tarot com a seguinte pergunta:
 
NÓS CONSEGUIREMOS ALUGAR O APARTAMENTO DA RUA X, NÚMERO Y, ATÉ 31/12/11?
 
CASA 1 (o que está favorável de ocorrer nesta situação): PAPA / AS DE COPAS
CASA 2 (quais os obstáculos nesta situação): EREMITA / 7 DE OUROS
CASA 3 (como será o desenrolar desta situação): MAGO / PAJEM DE COPAS
CASA 4 (como será o final desta situação): JUSTIÇA / RAINHA DE COPAS
CASA 5 (como estamos encarando esta situação): SACERDOTISA / 3 COPAS
 
Ontem, na vistoria, vimos que a dona não arrumou NADA no banheiro. E ainda detectamos outros vários probleminhas e um possível problemão (infiltração na sala).
 
Com a Cris grávida, não quisemos bancar a reforma e descontar no aluguel. E ao ver a dona com esse descaso para deixar o apartamento viável em termos de moradia, com todos esses detalhes a arrumar, peguei a documentação de volta e iniciamos a saga em busca de outros.
 
Aquele Mago / Pajem de Copas na Casa 3 mostrou que o desenrolar da questão (Casa 3) seria de muita promessa, aspiração (Mago) e fraca/ilusória possibilidade (Pajem de Copas). Foi o que ocorreu, com toda essa lábia dos corretores de que, se a dona não quisesse bancar a reforma, eles mesmos fariam isso.
 
Eles disseram ontem que se dispuseram a fazer isso e que a dona é que não quis. E que ela mesmo iria arrumar. Mas não arrumou nada. Ficou bem nas promessas e falsas expectativas. E o resultado (Casa 4) foi o de ela (Rainha) obter o que mereceu (Justiça) por ter ficado na passividade (copas). A justiça no Tarot é muito de receber o efeito daquilo que se gera. Se a mulher (Rainha) não quis reformar, era óbvio que nós não alugaríamos, como tínhamos deixado bem claro.
 
Dava para ver na Casa 2 (obstáculos à questão perguntada) que não haveria movimento (Eremita) em prol de um investimento na reforma (7 de ouros). Eremita é parado, lerdo, tudo a longo prazo. 7 de Ouros fica parado, refletindo se deixa tudo como está ou se faz um investimento em algo.
 
Era um desafio muito puxado para a Casa 1 (com Papa / As de Copas) dar conta. O Papa acredita, segue sua palavra, em prol de um projeto que sonha realizar (as de copas). Foi o que fiz, ao dizer que não me comprometeria com nenhum outro apartamento, honrando a palavra de alugá-lo.
 
Claro que olhei outros. Porque com esse Tarot, seria difícil a mulher sair da inércia e do pãodurismo do 7 de ouros para fazer a reforma que colocamos como pré-requisito para locarmos seu imóvel. Estava lá O Mago (o qual não se foca em apenas uma alteranativa). Só que não encontramos outro que correspondia a esses parâmetros necessários.
 
Ontem mesmo, quando saímos dessa imobiliária, passamos numa aqui do bairro que já tínhamos olhado alguns para ver as opções recentes de locação. E já temos alguns em vista. Vamos ver.
 
Também colocarei aqui no blog o Tarot para o próximo apartamento que quisermos locar. A vida é assim, cheia de aprendizados: tarológicos e existenciais.
 
Beijãozão nocês…
Yub

Exemplo de um jogo da área amorosa: Templo de Afrodite

Agora compartilho com vocês um jogo sobre uma área tão procurada: o Amor! Eis o Templo de Afrodite atual de uma aluna e o homem com o qual ela tem um vínculo. Espero que seja útil para todos verem o quanto esse MÉTODO para questões afetivas é SHOW!!
Eis o que eu e ela proseamos:
Oi teacher!
Eis o templo de Afrodite atual! Como já passaram praticamente 2 meses posso falar da minha interpretação inicial e de como cada par de arcano vem se manifestando, ok?
Vamos ao jogo:
CASA 1: O MAGO / 2 DE OUROS
Leitura inicial: Eu penso em investir na relação, mas não coloco isto em prática. A cabeça fervilha, existe muita empolgação e no final eu breco.
Minha vivência: Realmente nestes últimos meses fiquei pensado direto numa forma de lidar com esta situação, mas não consegui concretizar nada. Fiquei manipulando, não dizendo que “sim”, nem que “não”, mas não largando o osso. Como joguei com o Waite, vejo o 2 de Ouros como o fato de eu encarar um envolvimento amoroso com ele como uma brincadeira, nada sério.
YUB: UAU!! Show de bola sua interpretação, Uma aluna!! PARABÉNSS!!
Obs.: Eu vejo a brincadeira (como nada sério) mais no Mago que no Dois de Ouros. O 2 de Ouros é a dúvida de fazer um investimento maior do que vislumbrava fazer nessa relação.
UMA ALUNA: 
CASA 2: A FORÇA / ÁS DE OUROS
Leitura inicial: interpretei como ele pensando em me conquistar, planejando de verdade meios para concretizar uma relação. A Força é determinada e com o Ás de Ouros pensei que ele deixaria bem claro que continuaria a tentar a me ver novamente, digamos, de forma mais íntima.
Minha vivência: como fiquei dando uma de joão-sem-braço, creio que ele deu uma de “mocinha da Força” do Waite: fechou os olhinhos, finge que não está me vendo, me trata com educação e tudo mas não falou mais em sair comigo (tb, depois de tantas desculpas que eu dei para não sair com ele… :P), está se comunicando novamente comigo apenas como amigo e deixou as declarações de lado.
Li uma vez no seu blog sobre a dinâmica entres as casas do Templo e resolvi colocar aqui uma observação: como estou me comunicando de forma dúbia, fugindo de uma conversa direta e sem dizer exatamente o que quero, ele resolveu parar de falar sobre o assunto.
YUB: não se deixe enganar pela Força… rsrs Ela representa uma habilidade estratégica de controlar/dominar/manipular. Pra mim, essa atitude dele de aparentemente não tentar diretamente te conquistar é estratégica (Força).
E também porque ele quer algo SEGURO e ESTÁVEL – FIRME E OBJETIVO contigo (Força e Ás de Ouros). Como está notando sua dúvida de fazer um investimento realmente comprometido (2 de Ouros) com ele, e com você apenas na aspiração (Mago), isso não dá segurança nenhuma para ele. E, por isso, ele tem medo de perder o controle (Força) e tenta segurar a paixão (Força) e o objetivo de iniciar algo realmente comprometido contigo (As de Ouros).
UMA ALUNA:
CASA 3: A ESTRELA / 3 DE ESPADAS (arcanos antagônicos aí!)
Mais um pra lista de  pares antagônicos! Estrela com 3 de Espadas…

Leitura inicial: Eu ficaria presa a sentimentos de esperança que me fariam sofrer. Sentindo um enorme carinho, afeto por ele e sofrendo por isso.

Minha vivência: Não está nada longe da minha interpretação inicial. Eu gosto dele de verdade, aceito se ele quiser deixar isso pra lá e continuar a amizade, mas isso não impede que eu me sinta muuuuito triste pela distância sentimental que ele tomou de mim (aloka!).

YUB: o que houve entre vocês que gerou uma quebra, uma decepção e uma frustração em vc? E isso antes dessa distância sentimental que ele tomou de vc…
UMA ALUNA:
CASA 4: A JUSTIÇA / 7 DE OUROS
Leitura inicial: Ele sente vontade de colocar na balança o que sente por mim, e sente que deve esperar, dar um tempo para ver se realmente vale a pena. De resto ele está tranquilo, sentindo-se calmo, com muita paciência.
YUB: SHOW!!!
UMA ALUNA:

Minha vivência: nas conversas por telefone o senti muito tranquilo mesmo, mas um pouco distante, conversando como antigamente, coisas de família, trabalho, filhos, bla bla bla e nem sequer me chamando pra sair de novo.
YUB: A Justiça é muito racional, fria e distante emocionalmente. E junto com a Força, que é super autocontrolada, tô impressionado com o autocontrole dele.
UMA ALUNA:
Dinâmica entre as casas 3 e 4: acho a Justiça um sinal de que ele botou os pés no chão, está mais centrado e não sente mais vontade em investir num caso amoroso. Daí eu notando esta frieza fico alimentando esperanças e sofrendo porque sei lá no fundo que não adianta mais. (isso que dá ser fã de novela mexicana, ai meus sais!)
YUB: o fato dele estar racional (Justiça) e refletindo se mantém tudo como está ou faz um investimento maior em você (7 de Ouros), é porque ele não vê atualmente você dando indícios de que quer algo mais sólido, estável e seguro com ele (o que ele tanto quer – Força/As de Ouros).
Veja que até aqui, surgiram dois arcanos menores do naipe de OUROS para ele. Daí a importância que ele dá à segurança e estabilidade (Ouros) numa relação. Não vendo essa possibilidade, ele não investe. Tem medo de sofrer, de ser apenas uma aventura que o desestabilizará.
UMA ALUNA:
CASA 5: O JULGAMENTO / 5 DE PAUS Interpretação inicial: Muita vontade de vivenciar algo novo com ele, bem diferente, e o 5 de Paus mostra a disposição para lutar por isso.
YUB: EXATO!!
UMA ALUNA:

Minha vivência: quero de verdade me dar uma chance pra ver como seria engatar um relacionamento amoroso com ele, estou com muita vontade mesmo agora de dar o “sim” e me abrir para uma nova experência, e não só sair de vez em quando.
YUB: demonstra isso para ele. Porque sua intenção (Casa 1) é a de apenas aspirar (Mago) esse compromisso maior (2 de Ouros). Está apenas como projeto e cheia de dúvidas.
UMA ALUNA:
CASA 6: O PENDURADO / CAVALEIRO DE COPAS
Interpretação inicial: (senta que lá vem devaneio, mas faça uma ressalva, teacher, eu estava com paixonite aguda motivada por desprezo, considere, vai!)
Interpretei inicialmente que ele tinha vontade de sacrificar a vida amorosa dele estando disposto a me esperar (oi?acorda!) e a criar de novo um clima romântico.
YUB: está sendo sacrificante para ele (Pendurado) ter de se controlar tanto (Força) e ser tão racional (Justiça) em relação a você, uma vez que ele não sente segurança de que poderá investir em você e ter um vínculo sólido, seguro, comprometido (ouros). E, por isso, ele fica imobilizado (Pendurado) apenas esperando sutilmente que esse clima de amor dele por você te conquiste (Cavaleiro de Copas). Está travado (Pendurado), com medo de fazer um investimento nessa conquista afetiva (Cavaleiro de Copas).
UMA ALUNA: Minha vivência: Levando em consideração as casas 2 e 4, e o comportamento dele nos últimos meses, não percebi vontade nenhuma dele em sacrificar nada nem a voltar com o clima romântico. Creio que ele desistiu de querer algo mais comigo e está interessado em outra(s) pessoa(s). (Achei muito interessante que no seu blog vc colocou que O Pendurado nesta Casa pode siginificar interesse em um ex, e realmente ele fica num termina-volta eterno com a mãe da filha caçula dele).
YUB: veja se continua achando o que acha depois do que escrevi…
UMA ALUNA: Dinâmica entre as casas 5 e 6: dá pra perceber que minha vontade é ficar tentando algo que ele não quer mais. Como ele percebe meu súbito interesse logo agora que ele está investindo em outra pessoa, não faz nada acho que com receio de me magoar e de perder uma possível chance no futuro caso ele mude de idéia. (cozinhando em banho-maria, sabe como é?).
YUB: eu vejo você não querendo mais e não ele. É só ver suas Casas 1 e 3.
UMA ALUNA:
CASA 7: A SACERDOTISA / 8 DE COPAS
Interpretação inicial: ambos ficarão em seu lugar, mantendo tudo na mesma, um pouco ressentidos e desistindo de investirem num relacionamento amoroso por acharem que o outro não quer mais.
YUB: EXATAMENTE!!!
UMA ALUNA: Minha vivência: li no seu blog que quando o relacionamento não acontece esta casa deve ser encarada como o futuro do consulente. É, teacher, é isso mesmo. Pelo andar da carruagem estou mesmo mais voltada pra mim, analisando meus erros (perceba que eu sei bem porque o negócio não foi pra frente, depois de muito pensar, me focar no meu interior, eu descobri) e caindo na real de que eu tenho que deixar isso pra lá e seguir em frente. 8 de copas não é fácil, mas fazer o quê, né? Nem todos os Templos são lindos e maravilhosos, .
Bom, espero que eu tenha entendido bem esse negócio da dinâmica entre as casas!
Teacher, tenha um ótimo final de semana, obrigada e vou ficar no aguardo pra ver o que acontece até final de julho, né… Qualquer novidade te aviso!
YUB: JÓIA!! Posso colocar seu Templo de Afrodite como exemplo lá no Blog? E não colocar o seu nome, apenas Uma aluna?
Beijo bem carinhoso nocê…
Yub
UMA ALUNA:
Oi, teacher, desculpe a demora na resposta mas a sinusite impede minhas sinapses de funcionarem direito, rs rs rs!
Adorei esse exercício, foi bom porque confirmei que ainda tenho que treinar muito para não fazer uma leitura tendenciosa quando estou envolvida diretamente no jogo. 

A CASA 2, A FORÇA / ÁS DE OUROS – pois é, como é que eu conhecendo a figura há pelo menos 10 anos não saquei que pode mesmo ser estratégia dele se segurar porque quer iniciar algo mais seguro, estável. Interpretei como ele sendo apenas diplomático, contornando a situação para não perder a amizade, mas ele deve estar se segurando mesmo porque como eu recuei das investidas diretas dele, ele resolveu mudar de tática. 

Quanto a pergunta que vc fez sobre a CASA 3: A ESTRELA/3 DE ESPADAS. A decepção a que se refere é por conta do 3 de Espadas sombreando a Estrela, né? 
Deve ser porque nós(eu e ele) temos mais de 10 anos de amizade, e daí que no ano passado conversando sobre um problema sério que tive, que estava pensando em me separar e tal, ele veio com essa história de que era a fim de mim há muito tempo e que queria uma chance comigo. Acho que me senti traída (3 de Espadas) por ter sido ingênua (Estrela) em acreditar que ele só queria amizade este tempo todo. (Tá, tá, ok, confesso que aproveitei do momento e também tirei umas casquinhas, mas quem começou foi ele).
Quanto ao PENDURADO/ CAVALEIRO DE COPAS da casa 6, confesso que não contava com a tua interpretação dele ficar imobilizado por eu não definir o que quero com ele. Mas isso foi de acordo com o todo, vc leu tanto a casa 2 e a 4 para chegar no que o Pendurado queria dizer nesta situação. Eu fiquei focada apenas em cada casa e a relacioná-las na horizontal! BIG FAIL pra mim.
Bom, devido a sua ótima observação dos naipes, deu pra perceber que ele não quer apenas uma “amizade colorida” e daí o bicho pega. Por que vc já viu O Mago lá na minha CASA 1, né? Pois é… O risco de eu magoá-lo é grande, porque não estou pensando em algo sério, não. 
Prometo que se surgirem novidades até final de julho te darei as atualizações!
Quanto a usar este Templo no seu blog, pode usar como “uma aluna”, ok?
Grande abraço
bjs
Uma aluna.
YUB:
Maravilha, Uma aluna! Combinado!
Quando eu falei da frustração e decepção por algo não ter saído como esperava tem tanto a ver com o 3 de Espadas quanto com a Estrela. Pode saber que quando a Estrela sai no jogo, algo foi quebrado recentemente, gerando decepção, desilusão. E demanda a esperança e o otimismo para a reconstrução. A Estrela são os cacos que se quebraram e precisam ser colados novamente. 
Beijo bem carinhoso nocê…
Yub 

Exemplo de Jogos: Estaremos morando na nova casa até Junho de 2012?

Meus alunos e minhas alunas de Tarot (do Curso via internet) costumam praticar e me pedir auxílio na interpretação. Com a autorização deles, eu busco compartilhar alguns jogos aqui. Hoje será a vez do Método Pèladan para uma aluna. Eu a chamarei de Aluna J.
Eis o jogo que saiu para ela para a seguinte questão:
Eis o papo que tivemos:
ALUNA J:
Oi, yub!!!
Tudo bem?
Faz tempo que não te consulto…. mas quando a gente faz uma jogada pra gente mesmo parece que sempre precisa de uma outra opinião…
Olha só, estamos com planos de construir uma nova casa, então perguntei pelo método Palladan: Em até um ano (jun/2012) estaremos morando na casa nova?
Casa 1: A Torre e o Sete de Espadas
Casa 2: O Louco e o Seis de Paus
Casa 3: O Mundo e o Ás de Paus
Casa 4: A Roda e a Rainha de Ouros
Casa 5: O Enforcado e o Nove de Copas
Logo achei que pode haver impedimento ou alguns problemas iniciais (casa 1) e depois as coisas acontecem (casa 3) talvez não exatamente como o planejado (casa 4) e abrindo mão de algumas coisas(casa 5)  o resultado pode ser positivo. Daí lembrei da importância da casa 1! A Torre na casa 1 pode mudar tudo? Ou ela quer dizer que pelos impedimentos encontrados vou ter que blefar (sete de espadas) para conseguir construir a casa? Ou ainda os impedimentos são um blefe? Acho que consegui me enrolar porque é um assunto importante pra mim. Aguardo teus esclarecimentos…..
Beijãozão,
Aluna J.
Fala aí, minha Querida Aluna J.!!!
VC ESCREVEU:
Oi, yub!!!
Tudo bem?
YUB: Tudo JÓIA!!! 😉
ALUNA J.:
Faz tempo que não te consulto…. mas quando a gente faz uma jogada pra gente mesmo parece que sempre precisa de uma outra opinião…
Olha só, estamos com planos de construir uma nova casa, então perguntei pelo método Palladan: Em até um ano (jun/2012) estaremos morando na casa nova?
Casa 1: A Torre e o Sete de Espadas
YUB: Aluna J., eu vejo de forma EXCELENTE aparecer A Torre na Casa 1 (o que está propício de ocorrer na questão) numa pergunta envolvendo CONSTRUÇÃO. Ela é EXCELENTE para RECONSTRUÇÕES. Dissolver uma casa e construir outra no mesmo lugar, numa reforma daquelas, se encaixa melhor ainda no simbolismo dessa Torre. Jogar abaixo o que há num determinado terreno para que haja uma nova construção nesse local tem tudo a ver com A Torre.
Como vem junto com o SETE DE ESPADAS, Aluna J., é importante ser bem diplomática no que envolve a construção da nova casa. Planos sobre a planta, o que um quer o que outro quer, bem como relações com peões e mestre de obra, enfim, todas as relações que envolverão essa construção precisarão de muita diplomacia e inteligência estratégica (7 Espadas) para evitar conflitos e resolver divergências.
Isso é o que está propício de ocorrer (Casa 1) nessa questão da construção da casa. Não vejo impedimento algum por conta da Casa 1. E essa Torre pode representar TAMBÉM o quanto essa casa pode ter sido um sonho antigo e ser uma fonte de libertação para vc e quem mais está envolvido nesse processo.
ALUNA J.:
Casa 2: O Louco e o Seis de Paus
YUB: o grande obstáculo (Casa 2) será o risco de essa construção da casa ser feita de uma forma desorganizada (Louco), apenas confiando inocente e infantilmente (Louco) que tudo será bem sucedido (6 de Paus).
O grande obstáculos (Casa 2) à construção da casa pode ser o risco de ficar apenas na promessa, na possibilidade e na confiança sem objetividade e praticidade (Louco), achando que tudo dará certo (6 de Paus) por arriscar (Louco) na construção.
ALUNA J.:
Casa 3: O Mundo e o Ás de Paus
YUB: durante esse tempo (Casa 3), Aluna J., vocês precisarão finalizar um ciclo e iniciar um outro diferente do anterior (Mundo) para que, aí sim, o impulso expansivo, confiante e positivo para iniciar o projeto (As de Paus) da construção possa ocorrer.
ALUNA J.:
Casa 4: A Roda e a Rainha de Ouros
YUB: Ao final de Junho de 2012 (Casa 4), muitos altos e baixos (Roda) ocorrerão. E poderão ainda precisarem de fazer algumas reformas/alterações (Roda da Fortuna) no local seguro, estável e construído que já permanecerão e se manterão (Rainha de Ouros) nele. 
Portanto, creio sim que já estarão morando e desfrutando o prazer de permanecerem ali (Rainha de Ouros), nesse local novo (Roda da Fortuna) para onde mudaram (Roda da Fortuna). E que ainda haverá necessidade de fazer algumas alterações (Roda) com paciência, perseverança e praticidade-planejamento (Rainha Ouros).  
ALUNA J.:
Casa 5: O Enforcado e o Nove de Copas
YUB: você está encarando essa questão de morar na nova casa (Casa 5) sabendo dos vários sacrifícios (Pendurado) que terá de lidar diante dos obstáculos (Pendurado) para esse sonho ser realizado e lhe trazer tanta satisfação (9 de Copas).
ALUNA J.:
Logo achei que pode haver impedimento ou alguns problemas iniciais (casa 1) e depois as coisas acontecem (casa 3) talvez não exatamente como o planejado (casa 4) e abrindo mão de algumas coisas(casa 5) o resultado pode ser positivo. Daí lembrei da importância da casa 1! A Torre na casa 1 pode mudar tudo? Ou ela quer dizer que pelos impedimentos encontrados vou ter que blefar (sete de espadas) para conseguir construir a casa? Ou ainda os impedimentos são um blefe? Acho que consegui me enrolar porque é um assunto importante pra mim. Aguardo teus esclarecimentos…..
YUB: veja o que acha do que escrevi, Aluna J.. E me diga quais podem ser os obstáculos; se vão construir num terreno novo ou em cima da própria casa que moram, etc.
Beijo bem carinhoso nocê….
Yub
ALUNA J:

Oi, Yub!!! Com teus esclarecimentos ficou mais fácil interpretar o jogo: a casa que vamos construir é num terreno que já tem uma casa. É nossa mas quem mora lá é meu sogro com a “sogradastra” que tem um temperamento difícil. O terreno é grande e a nossa casa vai ser construida no fundo e isolar a frente onde tem a casa do sogro. Isto explica a diplomacia e a desconstrução de um espaço para fazer dois.

Aqui o obstáculo está no maridão que pensa (ao contrário do que dizem as arquitetas) construir com bem menos dinheiro do que é necessario. E como meu sogro sempre trabalhou no ramo, os dois ficam argumentando que vão gastar menos do que o planejado. Pelo menos estou conseguindo convence-los de fazer por partes: conforme tem a grana levantam a construção.

Sim, tive que aceitar morar muiiiitoooo próximo de parentes pra conseguir nossa casa que por “n” circunstancias já tivemos e precisamos abrir mão. Na atual situação esta parece ser a melhor opção: construir num espaço que já é nosso e ocupado por outros.

Valeu Yub!

Acho que agora ficou mais fácil  entender.
Um beijo pra ocê também!
Aluna J.
YUB:
Pô, SHOW DE BOLA, Aluna J.!!!
Realmente, precisará de MUUUUITO 7 de Espadas para lidar com sogradastra, sogrão e maridão nesse processo. rsrs
E um detalhe interessante que você me trouxe foi o fato de tentar convencê-los a fazer por etapas. Tendo grana, toca-se a construção.
Vi nessa dinâmica a manifestação do simbolismo Mundo / As de Paus na Casa 3.
Veja que Mundo implica em terminar um ciclo e iniciar outro diferente do anterior. E o As de Paus é aquele gás do início, dos projetos a serem desenvolvidos. Ou seja, o desenrolar (Casa 3) dessa construção será bem etapa por etapa (Mundo) e tendo esse novo gás para um novo ciclo de expansão (as de paus) na construção.
Interessante que não saiu nenhum Arcano de Ouros na parada… Se aquele As de Paus fosse um As de Ouros, teria ainda mais a ver com isso que falou: uma nova etapa a cada vez que a grana surgisse.
Beijo bem carinhoso nocê…
Yub


Método A ESFINGE para PATRÍCIA (ganhadora da Promoção)

Então, a Patrícia – leitora do Blog e ganhadora da Promoção A ESFINGE (Método criado pelo Tarólogo Marcelo Martuchelle) – quer saber sobre como lidar com as dificuldades em seguir sua verdadeira vocação.

Vamos contextualizar a questão? Vamos!

A Patrícia nos disse que a dificuldade dela gira em torno de como começar a trabalhar em algo que expresse sua vocação. A sua atual atividade/formação não condiz com essa vocação, mas por obstáculos financeiros ainda não consegue fazer essa transição. Ela quer saber como fazer essa transição.

Eis os Arcanos que saíram para ela:

Casa 01 (O Enigma – O problema em questão): Sol / 9 de Espadas
Casa 02 (As Causas – Por que age dessa forma): Enamorado / Cavaleiro de Espadas
Casa 03 (A Origem – Como e Quando surgiu esse problema): Torre / 10 de Copas
Casa 04 (O Segredo da Esfinge – Conselho para solucionar o problema): Louco / 5 de Copas
Casa 05 (A Resposta da Esfinge – Resultado final): Sacerdotisa / 8 de Ouros

Interpretação:

Casa 1: O problema em questão (Casa 1), minha Querida Patrícia, está diretamente relacionado à preocupação (9 de Espadas) e à culpa (9 de Espadas) de ser feliz (Sol), de trabalhar (questão abordada) com algo criativo (Sol) e de pensar mais em si mesma (Sol), no seu próprio prazer pessoal (Sol) ao desempenhar sua vocação (questão abordada).

Obs.: O Sol também simboliza a luz, a claridade. O 9 de Espadas – no Tarot Rider Waite – mostra uma pessoa muito preocupada, em cima da cama, em plena noite. Então, provavelmente, Patricia, o seu problema de exercer a sua vocação (Questão) está em aparentar que tudo está bem (Sol), enquanto à noite ou sem que ninguém veja (9 de Espadas), você mergulha em preocupações, tristezas e pensamentos marcados pela angústia e insatisfação (9 de Espadas) por não estar trabalhando no que realmente lhe daria prazer (Sol). 

Obs.2: o seu atual emprego, por exemplo, pode lhe proporcionar um certo sucesso, reconhecimento social e destaque (Sol), mas isso não é o suficiente, porque – internamente – está profundamente angustiada e insatisfeita (9 de Espadas). Daí também a dificuldade de largar um emprego que, de certa forma, lhe traz algum reconhecimento, sucesso e brilho. 

Casa 2: O motivo que te faz agir dessa forma (Casa 2), ou seja, aparentando que tudo está bem quando, na verdade, está insatisfeita (Sol / 9 de Espadas), se deve a uma postura indecisa e acomodada (Enamorado), bem como de não querer desagradar as pessoas para manter tudo em harmonia (Enamorado). E que, com essa postura, você – de alguma forma – sai ganhando, mantém-se numa posição de liderança, de autoridade intelectual/comunicativa (Cavaleiro de Espadas). 

Obs.: O Enamorado, sempre quando sai em um jogo de Tarot, me mostra que a pessoa está na encruzilhada. Qual? Numa opção, ela se encontra acomodada, disposta a manter comodamente uma situação. Na outra opção, ela precisará se comprometer de forma mais responsável e madura.

No seu caso, então, provavelmente a incerteza de tomar uma decisão e se comprometer com a escolha (Enamorado) de trabalhar com sua vocação (questão abordada) e incomodar muita gente com essa nova tomada de rumo bem desafiante (Cavaleiro de Espadas) pode te fazer agir de uma forma que tem dificuldades de seguir o que realmente lhe daria prazer (Sol), por mais preocupante que isso represente pra você (9 de Espadas).

Casa 3: Esse problema de se sentir culpada e preocupada em ser feliz (Sol/9 de Espadas) surgiu quando (Casa 3) você teve de se controlar e reprimir o que realmente almejava se envolver (Torre) profissionalmente, por conta da satisfação da família e dos familiares (10 de Copas). 

Obs.: O 10 de Copas – e também O SOL – costumam mostrar a forte influência da familia, dos familiares e da herança parental no consulente. Seja a família da qual nasceu, seja a família que construiu. Então, te pergunto, Patrícia: a dificuldade de seguir sua vocação se deve, em grande parte, a uma influência familiar? De que tipo? Pais que, de certa forma, lhe exigiram seguir o caminho profissional deles? Ou a questão da segurança dos filhos te impede de fazer uma outra escolha profissional? Você tem filhos?

Obs2: A Torre mostra uma situação caracterizada pelo ROMPER DA TRADIÇÃO. A Torre tem um lado que gosta de chocar, de quebrar rótulos e regras.

Então, esse problema de mudar de profissão para seguir a sua vocação pode ter surgido quando você reprimiu o ímpeto de romper com a tradição familiar. 

Casa 4: O Conselho (Casa 4) é para você realmente arriscar (Louco) e se dispor a ser chamada de louca… rsrs Mesmo que essa atitude de ousar e seguir um caminho original (Louco) em termos profissionais vá gerar insatisfação e tristeza (5 de Copas) para muitas pessoas, inclusive para si mesma. Não é fácil largar uma profissão e seguir aquela que realmente amamos… 

Obs.: Tem um detalhe a respeito do 5 de Copas que convém compartilhar contigo. Ele revela uma situação em que o leite entornou. Derramou o leite. Mas ainda há uma quantidade no frasco, nas taças. Há duas taças em pé e três caídas no desenho dessa carta no Tarot de Rider Waite, Patrícia. Sabe o que isso pode dizer pra você?

Que você pode aproveitar a sua atual experiência profissional como uma espécie de base para o exercício de sua vocação. Será, então, que não tem jeito de empregar seus talentos e aptidões no seu atual trabalho, na sua atual profissão? Claro, através de uma significativa renovação ousada e original (Louco)? 

Casa 5: O Resultado Final/A Resposta da Esfinge (Casa 5) retrata a importância de ter muuuita paciência (Sacerdotisa) enquanto desenvolve a capacidade de praticar a sua vocação (8 de Ouros). 

Obs.: O 8 de Ouros costuma ser designado como a Carta dO Aprendiz. Ou seja, o jovem aprende um novo ofício e já começa a produzir algo palpável nesse sentido. A Sacerdotisa, Patrícia, é um Arcano também de estudos, de pesquisas. Ou seja, esse par de Arcanos parece enfatizar a importância do preparo – intelectual, interno e prático do exercício de suas vocações. 

Obs.2: Creio que é importante também você se preparar para o exercício desse novo ofício e não buscar ostensivamente as oportunidades nesse sentido. Elas virão. A Sacerdotisa se prepara e é receptiva às oportunidades. Não sai atabalhoadamente atrás daquilo que quer. Ela ATRAI aquilo que quer. Principalmente por meio do estudo, do autoconhecimento, da gestação de seu sonho.

Então, vá se preparando, estudando e exercendo gradualmente a sua vocação em termos práticos (seja através de um hobby ou por meio de uma inovação em seu próprio emprego), que você terá oportunidades futuras de melhor vivenciar essa transição, esse trabalho efetivo com sua vocação.

Qualquer dúvida, discordância, crítica, etc, é só se expressar nos comentários deste post, ok?

Beijo bem carinhoso nocê, BOA SORTE e MUITO SUCESSO…
Yub

A Taça de Eros para a Paula (ganhadora da promoção)

Na terça-feira, ao apresentar o MÉTODO A TAÇA DE EROS para pessoas que não estão namorando e querem saber quando surgirá alguém na vida delas, lancei a promoção de jogar GRATUITAMENTE para a primeira pessoa que comentasse no respectivo post. Aqui está:
Quem ganhou foi a Paula!!! Ela foi a primeira a comentar. E também se dispôs a publicar seu jogo aqui no Blog, de modo que sirva de exemplo de como pode ser a leitura desse jogo.
Portanto, quem se sentir à vontade de discordar de minhas interpretações ou quiser complementá-las, é só deixar seu comentário aqui neste post. A leitura de um jogo só tem a se enriquecer com várias visões interpretativas se agregando. Quem tem a lucrar com isso é a Paula e também cada um de nós, pois amplia nosso aprendizado tarológico. Então, sintam-se à vontade para darem seus pitacos, ok?
OBS.: Aproveito para dar os devidos créditos à minha professora Luciene Ferreira e à minha amiga Juliana Diniz. Pois foram elas, e não o Marcelo, que criaram o A TAÇA DE EROS. O Marcelo criou vários MÉTODOS. Inclusive, o próximo Método que colocarei aqui no Blog é o que se chama ESFINGE, criado por ele. 
OBS.2: Quem quiser encomendar a leitura deste jogo comigo, essa consulta avulsa é R$50,00. Qualquer uma pergunta, de qualquer método (com exceção do Mandala), é esse preço. Basta entrar em contato comigo que combinaremos os detalhes. Email: lestat344@yahoo.com.br 
Fiz a seguinte pergunta:
Surgirá alguém na vida amorosa da Paula (leitura do blog yub-tarot e ganhadora da promoção A Taça de Eros) nos próximos seis meses, ou seja, até 30/03/2011?
Casa 1: sacerdotisa / cavaleiro de espadas
Casa 2: papa / 3 ouros
Casa 3: morte / 7 copas
Casa 4: temperança / 4 ouros
Casa 5: carro / as copas
Casa 6: enamorado / 9 ouros
Interpretação:
OBS.: vou tentar ser bem didático aqui para muita gente que está aprendendo a ler jogos de Tarot saber de onde tiro determinadas interpretações, beleza? Vamos lá!
Casa 1 (a consulente está preparada para a chegada de alguém em sua vida amorosa). Sacerdotisa / Cavaleiro de Espadas
A Sacerdotisa representa uma situação de espera, de gestação e de recolhimento. Então, é como se a paula (consulente) estivesse fechada (Sacerdotisa) para a chegada de alguém em sua vida (Casa 1). E está recolhida, passiva, apenas esperando (Sacerdotisa) alguém chegar. A Sacerdotisa também é beeeeem seletiva. Não é para qualquer um que ela se abre e oferecer o que dentro de si. Por isso, a Paula pode ser bem exigente e seletiva (Sacerdotisa) no que tange a se relacionar.
Como o Cavaleiro de Espadas acompanha a Sacerdotisa e é um Arcano impaciente, agressivo, reativo e cortante, pode ser que a Paula, além de estar fechada (sacerdotisa) para a chegada de alguém em sua vida amorosa, ela tende a ser bem franca, muito sincera e até mesmo reagir com agressividade (cavaleiro de espadas) a quem tenta se aproximar dela.
OBS.: A Sacerdotisa é voltada para o passado, para refletir sobre experiências e adquirir mais sabedoria por meio dessas reflexões. E o Cavaleiro de Espadas simboliza uma pessoa com espírito de adolescente (pode ser um adulto, mas com uma mentalidade mais impulsiva e estilo rebelde-adolescente). Desse modo, unindo tais Arcanos, pode ser que a Paula esteja fechada para a chegada de alguma pessoa, porque está ainda ligada a alguém que já se relacionou, provavelmente uma pessoa parceira rebelde, metida a sabe-tudo, impulsiva e adolescente.
Casa 2 (existe alguém interessado na consulente): Papa / 3 de ouros
O Papa representa aquele que ensina, que transmite o que acredita ser o correto. Quando aplicado a uma pessoa, tende a ser alguém religioso, diplomático, estudioso e cheio de princípios, de verdades a professar. Então, possivelmente existe alguém interessado na Paula. Pode ser alguém do local onde estuda, ou mesmo algum professor. Ou alguém muito religioso e cheio das certezas e convicções, estilo “dono da verdade”. Casa com o estilo sabichão do Cavaleiro de Espadas, heim?
O 3 de Ouros simboliza o trabalho em equipe. Várias pessoas, imbuídas do desejo de obter resultados inicias satisfatórios, trabalham juntas para unir esforços em prol desse objetivo. Como está vinculado ao Papa, pode realmente ser alguém do colégio/faculdade (não sei a idade da Paula) e que faz trabalhos em grupo com a Paula. Ou alguém do centro espírita, da igreja, do templo que a Paula frequenta e que, junto com ela e outros, faz um trabalho em conjunto – seja estudando, seja participando de “campanha do quilo”, por exemplo. 
Casa 3 (Haverá o encontro?): Morte / 7 de Copas
A Morte simboliza um corte, uma mudança. Junto com o 7 de Copas (que já refletimos a respeito desse Arcano aqui no Blog), o qual pode simbolizar um sonho bastante fantasioso e uma expectativa irrealista que geram uma desilusão. Unindo ambos: Dificilmente haverá o encontro (Morte), por conta de uma relação que pode ficar apenas no nível platônico, muito idealista (7 de Copas). Há uma distância física (Morte) entre a Paula e essa pessoa, o que pode manter a impossibilidade do encontro (Morte) e ficar apenas no sonho, no ideal e na ilusão (7 de Copas). 
Obs.: Conectando o Papa que pode representar alguém que mora em outro país com essa Morte/7 de Copas, fico aqui refletindo se essa pessoa que está interessada na Paula não mora longe e, justamente por isso, há o impedimento do encontro (Morte), o que gera apenas a alimentação de um sonho (7 de Copas) de união entre ela e tal pessoa…
Casa 4 (Temperança / 4 de Ouros): Ocorrerá no prazo previsto? Não. Com a Temperança na jogada, a probabilidade é de o tempo ser maior que o perguntado. Portanto, não ocorrerá o encontro no prazo previsto. Mas a Paula pode continuar apegada ao que conquistou com essa pessoa do passado (tô linkando A Sacerdotisa/alguém do passado com esse 4 de ouros/apego e resistência a mudar).
É como se a Paula não quisesse se relacionar com outra pessoa e ficasse esperando a chegada dessa pessoa com a qual ainda está ligada. Espera que tudo se resolva, que as divergências entre eles se harmonizem e a união possa ser efetivada a longo prazo.
Casa 5 (Será favorável?) – Carro / as de Copas
Não tem como dizer se algo será favorável, se esse algo dificilmente ocorrerá. O Carro mostra muito uma situação de que a gente acaba tomando um novo rumo. Pelas Cartas anteriores, as quais revelam a impossibilidade de alguém surgir e o apego da Paula por alguém do passado, por mais que nos próximos seis meses se mostre difícil estarem juntas, esse Carro / as de Copas pode ser a Paula tomando novo rumo, buscando uma outra pessoa. Mas depois de um bom tempo, depois desses seis meses. E, com isso, com essa decisão, a Paula se abrir para um relacionamento amoroso mais satisfatório e nutritivo (as de copas).
Casa 6 (Conselho): Enamorado / 9 de Ouros. O Conselho é para a Paula (Casa 6) tomar uma decisão, sair do comodismo de esperar por uma situação que, de certa forma, não exige tanto dela e escolher uma que demanda mais comprometimento, maturidade e responsabilidade (Enamorado) consigo mesma, com sua vida afetiva. Principalmente ao levar em conta o que realmente lhe dá prazer, segurança e satisfação (9 de Ouros). 
E aí, Paula? Pode nos dar algum feedback? E quem quiser dar sua contribuição interpretativa, vamos nessa!! A gente aprende, multiplica nosso saber, quando divide com os outros as nossas perspectivas.
Beijo bem carinhoso nocê…
Yub

Método da Vocação, criado por Lu Lebel. E exemplo.

Quem está em dúvida sobre qual carreira seguir, que vocação tem, quais talentos possui, para qual trabalho direcioná-los e o que pode estar bloqueando a expressão de seus dons, eis um MÉTODO de TAROT apropriado para responder esses questionamentos. É o MÉTODO DA VOCAÇÃO, criado pela LU LEBEL.

OBS.: eu entrevistarei vários Tarólogos e Tarólogas que admiro. E publicarei aqui no Blog, semanalmente ou quinzenalmente. E a Lu Lebel é uma delas. Para quem quiser conhecer o trabalho dela, a Lu possui o seguinte blog e tem esta comunidade de Tarot no orkut.

No MÉTODO DA VOCAÇÃO, as Casas se distribuem desta forma:

CASA 1—————–CASA 2
———-CASA 5————
CASA 4—————- CASA 3

Os significados das Casas são estes:

Casa 1: qual habilidade natural, dom ou talento eu já carrego?


Casa 2: Em que tipo de profissão ou direção eu posso utilizar esses dons?


Casa 3: o que atrapalha o desenvolvimento de minha vocação?


Casa 4: o consulente frente a sua vocação: como ele se comporta?


Casa 5: conselho final.

Como nunca havia jogado este Método para mim, resolvi experimentar. Saíram os seguintes pares de Arcanos:

CASA 01: julgamento/9 de copas
CASA 02: papa/pajem de paus
CASA 03: força/2 espadas
CASA 04: louco/rei copas
CASA 05: roda da fortuna/rainha de copas

Fiz a interpretação desses pares de Arcanos, de acordo com os significados de cada Casa – memo sem saber direito como abordar especificamente cada uma dessas cinco Casas.

Porque fiquei sabendo desse MÉTODO no Curso que fiz com minha professora de Tarot (a LUCIENE FERREIRA) no primeior semelstre deste ano de 2010. No curso TÉCNICAS AVANÇADAS DE TARÔ, a Luciene nos informou sobre este MÉTODO DA VOCAÇÃO. Disse que fora criado pela Lu Lebel. Porém, ela não encontrara explicações mais detalhadas sobre a abordagem de cada Casa.

Foir por isso que publiquei na comunidade do Orkut da Lu Lebel o jogo que fiz, as interpretações e pedi para ela me detalhar melhor os meandros do MÉTODO DA VOCAÇÃO.

Eu fiz as seguintes interpretações:

Casa 01 (qual a habilidade natural, dom ou talento eu já carrego) – julgamento/9 de copas: seria o talento de resgastar as coisas e mostrá-las, com responsabilidade e maturidade, o quanto são importantes? O que até então não era percebido? E o quanto podem gerar um senso de gratidão e satisfação?

Casa 02 (em que tipo de profissao ou direção eu posso utilizar isso) – papa/pajem de paus: a direção seria a do ensino, da transmissão do saber, principalmente através de meios de comunicação (já que pajens têm muito a ver com notícias, cartas, emails) que apresentassem esse saber de uma forma nova, inspirada e expansiva?

Casa 03 (o que atrapalha o desenvolvimento de minha vocação) – força/2 de epsadas: seria a dificuldade em ser bastante determinado a superar os desafios, principalmente conflitos internos e também em não deflagrar conflitos e oposições paralisantes?

Casa 04 (o consulente frente a sua vocação: como ele se comporta) – louco/rei de copas: eu me comporto de maneira diferente, ousada, aventureira, original, excêntrica e de modo bem maduro emocionalmente, como um terapeuta?

Casa 05 (conselho final) – roda da fortuna/rainha de copas: aprenda a lidar com os altos e baixos, as instabilidades que envolvem sua vocação, e saiba se adaptar às mudanças muitas vezes inesperadas que tal vocação lhe trará, pois isso lhe trará muita satisfação emocional e segurança?

PERGUNTEI PARA A LU LEBEL: Os significados das Casas são estes mesmos, Lu? Adequei corretamente os Arcanos aos significados de cada Casa? Há algo a ser corrigido? Eu considero este MÉTODO muito ÚTIL, pq tem muita gente perdida sem saber quais talentos tem.

LU LEBEL respondeu:

Oi, Yub! Muito obrigado, esse método tem feito sucesso, acho que cada vez é mais dificil para as pessoas conciliar sua sobrevivencia e aquilo que é o seu talento, ou prazer…por isso fica todo mundo muito confuso.

vou colocar aqui o método completo com a explicação das casas.

CASA 1-Qual habilidade natural, dom ou talento eu já carrego?
Saber caracterísitcas pessoais que a pessoa têm que podem ser úteis para sua realização. Há pessoas que tem habilidade para o cálculo, outros para relações humanas, outras para música, artes, enfim…dependendo da carta, vc pode detectar este dom ou talento congênito.

julgamento/9 de copas: com certeza sua interpretação faz todo sentido. O julgamento é uma carta boa no trato com pessoas, lidar com coisas grandes, que envolvem o coletivo. Então, uma pista, é que vc tem habilidade para trabalhar com coisas grandes, que não fica intimidado, com o 9 de copas, vc gosta da galera! E precisa ser algo que realmente o inspire, porque o julgamento é a carta do Chamado lá do alto. De vez em quando, vc pode ter a sensação de que veio cumprir uma missão espiritual, pode estar sempre cavando algo para ler e pensar. E tudo com muita animação, parece que vc curte uma festa, de espalhar alegria, doar-se emocionalmente nas coisas. O 9 de copas pode também falar do contato com o prazer das coisas boas, o que pode incluir uma boa comida, um bom vinho…rsrs Outro aspecto da carta é o seu lado “arqueológico”, pode mostrar uma habilidade para alterar eventos passados e transformar em coisas positivas. Interesse pelo mundo antigo, quebras-cabeças, desvendar o que está escondido, desenterrar algo e compreender . Agora, pode ser que quando algo esgote a fonte do prazer, vc já vire o disco e busque outra coisa.

CASA 2- Em que tipo de profissão ou direção eu posso utilizar isso?
Unir a habilidade natural junto à profissão, ou concretização.

PAPA/PAJEM DE PAUS: Com o papa, vc daria um terapeuta, um professor incentivador, conselheiro, orientador. Efetivamente, vc tb tem habilidade para fazer trabalhos de motivação, qualquer coisa que envolva um desafio, entusiasmo, um convite a aventura. Tem que ter um agito. É um bom incentivador, poderia ser até um treinador de alguma atividade física, ou trabalhar na educação de crianças. Guia em aventuras, descobertas, não sei pq eu pensei em escoteiros…rs O papa pode ser um organizador de nobres valores. Com sua habilidade natural do julgamento e 9 de copas, com a direçao papa + valete de paus, vc pode trabalhar com eventos, coisas ligadas a espiritualidade, psicologia. O 9 de copas pode falar de trabalhos que trabalham tb com relaxamento, diversão e quem sabe culinária…se não para fazer, para comer. hahaha

CASA 3- O que atrapalha o desenvolvimento de minha vocação?
São os obstáculos, se falta mais estudo, mais dinheiro, mais tempo, enfim…o que sair nas cartas. Pode também falar aqui, o que pesa mais. Muita vezes, as pessoas abrem mão de seus dons e talentos, pq precisam ganhar dinheiro, ou para suprir expectativas dos outros, acabando por fazer o que não gostam. Isso tb pode-se ver com essa pergunta.

FORÇA/2 DE ESPADAS:
Bom, a força e o 2 de espadas já implicam em contradição. Como pelas cartas vc parece movido por novidades, estímulos e desafios, talvez vc possa oscilar entre os caminhos que a razão diz que é seguro, estável, e seus impulsos emocionais. Acaba ficando meio indeciso algumas vezes, em um cabo de guerra interno, que te puxa para um lado e para outro. Uma hora tá cheio de coragem, em outra dá para trás. O 2 de espadas pede da necessidade de criar sociedades, acordos e mantê-los. Porém, evite pressionar demais os outros, a carta da força pode errar na mão.

CASA 4- O consulente frente a sua vocação?
Ele aceita? Já a descobriu? Desconfia já daquilo que é melhor?etc…Aqui diria o como a pessoa está reagindo frente ao seu potencial.

LOUCO/REI DE COPAS: Olha, algumas vezes pode parecer que vc não se leva muito a sério. O louco aqui pode trazer originalidade e um caminho de liberdade, mas algumas vezes cria uma confusão danada e lida com o seu talento de um modo meio displicente. Aqui me parece um pouco o problema de quem trabalha com doaçao para os outros, que é o ombro amigo, o conselheiro…pode ser bom para resolver a questão dos outros, mas é meio atrapalhado quando é para lidar com o próprio lado. Tenho a impressão que vc conhece alguns de seus dons, mas pode ainda haver mais! Use sua carta do julgamento, pode ter outros tesouros enterrados, até de vidas passadas! Não só desenterrar o dos outros, mas os seus que podem estar ainda inconscientes! Vc pode se surpreender. O louco pode desvalorizar alguns dons por um comportamento as vezes rebelde e imaturo, de não querer ficar preso a uma responsabilidade, agir de um modo meio esquivo ou bobo.

CASA 5- Um conselho final.
Uma guia mais imediato, sobre o que fazer a seguir, a partir do momento do jogo.
Não sei que cartas tirou, imagino que a roda da fortuna…e alguma boa carta de copas… (NOTA DO YUB: esqueci de dizer qual o par de Arcanos saiu na Casa 5 quando escrevi para a Lu em sua comunidade no orkut)
Beijãozão nocês…
Yub