Reflexões práticas sobre o Tarot: 4 de Ouros: é uma carta negativa??

Tarot: a Carta 4 de Ouros

Tarot: a Carta 4 de Ouros

Muita gente tem preconceito com certas Cartas do Tarot. Tem pessoas que consideram haver Arcanos positivos e negativos. Cartas boas e cartas ruins. Vou dar três exemplos práticos aqui que revelam o quanto cada Carta é uma imagem arquetípica.
 
Hein, Yub? Como é que é?
 
Imagem arquetípica = uma imagem que tem em seus símbolos a caracterização de situações tipicamente humanas.
 
O 4 de Ouros, por exemplo, é muitas vezes considerado uma carta de apego, de materialismo, de mesquinharia, de avareza. Enfim, é visto como uma carta negativa.
 
Vou dar três exemplos práticos sobre o 4 de Ouros. O primeiro é pessoal. Quando saio com esse Arcano como Arcano do Dia, logo o que ele simboliza me aconselha:
 
– Cuidado, Yub! Não aposte neste dia. Não faça trading esportivo hoje. Porque existe o forte risco de você perder seu dinheiro, ter prejuízo.
 
Em outras palavras, o 4 de Ouros está me apresentando a típica situação de economizar, de segurar o seu dinheiro, de manter o seu investimento quietinho. Estou sendo avarento, sovina, pão duro??? DE FORMA ALGUMA!! Estou seguindo o conselho que está “embutido” nesta carta. Não é o momento para investir seu dinheiro.
 
Outros dois exemplos vêm de duas clientes.
 
Uma delas queria trocar o seu carro. Todo ano ela troca o carro, comprando um melhor (mais caro). E me consultou se era uma boa trocar o seu carro num determinado período. Eu tirei o tarot e o 4 de Ouros estava lá.
 
Ou seja, NÃO ERA para investir seu dinheiro agora na compra de um carro mais caro. Isso iria lhe apresentar uma dívida, um prejuízo, uma perda financeira.
 
Depois que relatei a resposta do tarot à sua pergunta, ela me relatou que realmente estava cheia de compromissos financeiros e que ficaria muito apertada se resolvesse trocar o carro naquele período perguntado.
 
Outra cliente me perguntou se devia alugar um imóvel perto de sua casa, a fim de iniciar um novo negócio nele. Joguei o tarot pra ela. Lá estava o 4 de Ouros novamente. Claro que não era uma boa ela gastar seu dinheiro alugando o imóvel que estava disponível para ser locado. Era para manter seu dinheiro bem protegido (4 de Ouros). Agarrar-se mesmo ao seu dinheiro, a fim de mantê-lo (4 de Ouros), sem correr riscos de ter prejuízo, dívidas, perdas financeiras.
 
Claro que o 4 de Ouros pode representar a típica situação comum ao ser humano: o comportamento “pão duro”. O lado mesquinho, sovina. Mas dependerá do contexto, da pergunta, do método de tarot usado e da Casa em que esse Arcano sai nesse método. 😉
 
Beijãozão nocês…
Yub

A Força, A Morte e A Justiça = os arcanos mais bravos do Tarot?

Arcanos bravos

Sempre incentivo meus alunos e leitores a jogarem o Tarot TODO DIA. Como?

Através do par de Arcanos do Dia. Um Arcano MAIOR e um MENOR.

Se não quiser o par, pode jogar apenas um ARCANO por dia.

Não há importância maior para quem ler o Tarot do que sentir na pele o que os Arcanos simbolizam.

Porque dessa forma temos maior empatia com nossos clientes. Afinal, sabemos o que eles estão passando. Porque já sentimos na pele o que eles estão vivendo.

Falamos com muito mais propriedade quando o que dizemos (ou escrevemos) sai de nossa alma.

Muitas vezes, um jogo completo para nós próprios, com um método específico, não nos é possível delinear em detalhes o que cabe a um Arcano e não a outro.

A situação que nos dará essa experiência é jogar um par ou um arcano POR DIA.

Tire pela manhã e preste atenção em seu dia. O que predominantemente sentiu (ou pensou, imaginou, desejou, temeu) no dia? O que aconteceu em sua vida, interna e externamente, neste dia?

Se você não quiser ser influenciado pelo Arcano que saiu, apenas o tire mas não vire quando tirar. Não saiba qual arcano é. Descubra apenas à noite, antes de dormir. E anote o que você vivenciou, bem como os significados desse Arcano.

Vá criando esse diário. Isso vai te ensinar o Tarot de uma maneira complementar aos livros e cursos. Porque você estará praticando e experimentando o que lê e estuda.

É dessa forma que eu fui perceber o nível de braveza contidos na Força, na Morte e na Justiça. Antes eu considerava que o Diabo e o Imperador eram os mais bravos. Mas diante do “trio ternura”, eles são fichinha… rsrs

Quer experimentar? Faça isso!

E veja o quanto A Força mostrará o seu ímpeto de voar no pescoço das pesssoas… rsrs Que a Justiça e a Morte revelarão o quanto seu nível de exigência com o outro estará muito alto – o que te deixará irritado (bravo!) quando não acontecer aquilo que você estava querendo (e controlando) para que assim fosse.

Por isso que, quando sai A Morte e A Justiça do lado de uma pessoa no Templo de Afrodite http://yubmiranda.com.br/category/como-jogar-o-templo-de-afrodite/, a pessoa parceira vai ralar no relacionamento durante os três meses. Porque ela será tão exigida e cobrada – muitas vezes cruelmente – pela primeira que ficará difícil satisfazê-la… E isso poderá dar o tom dos conflitos ao casal naquele respectivo período que o Templo de Afrodite delinear.

Enfim, experimentem! A empatia e compreensão com seus clientes serão bem maiores… rsrs

Beijãozão nocês…

Yub

 

O Tarot responde!! Seja através de qual método for. Exemplo de uma aluna

Eu vivo incentivando meus alunos do curso de TAROT via internet (eis o link, caso queira saber mais: http://yubmiranda.com.br/tarot/curso-de-tarot-via-internet/) a jogarem sempre com um ARCANO MAIOR e um ARCANO MENOR para cada Casa do método que preferir.

Eu considero mais completo a visão que cada par de Arcanos nos revela.

Todavia, dou liberdade para meus alunos fazerem o que bem entenderem em suas experimentações. E compartilharem comigo seus jogos e sua prática com o Tarot.

SIM, quem estuda comigo tem minha supervisão para qualquer jogo de Tarot que faz para si ou para seus amigos, conhecidos e clientes.

Quer um exemplo de como uma aluna não seguiu minhas recomendações rsrs e o Tarot revelou a resposta assim mesmo? Eis:

Oi Yub, tudo bem?

Compartilhando aqui uma tiragem. Sobre os motivos do afastamento de uma pessoa.
Ao invés de tirar um arcano maior e um menor, peguei 2 maiores e u menor, sendo eles:
Imperador+Papa, acompanhados do 4 de ouros…
Na minha concepção é um poço de orgulho! Que o deixa agarrado a uma determinada ideia, sem querer ser flexivel.
O que poderia combater o orgulho?não faço ideia….
Beijos
J.
Eis minha resposta:
J., se foi perguntado sobre o motivo do afastamento, as cartas devem ser lidas nessa perspectiva.
Parece que o motivo é a outra pessoa estar muito focada e apegada no trabalho e na busca da segurança profissional e material (imperador + 4 de ouros). Inclusive, persistindo (imperador) nos estudos (papa) para ter estabilidade material e profissional (4 de ouros). 
Por estar tão focado no trabalho, no sucesso profissional, na respeitabilidade, na estabilidade financeira (Imperador + 4 de Ouros) e nos estudos (Papa) para atingir estes objetivos, não está com foco em relacionamento não… 
Obs.: me veio uma intuição aqui. Vai ver a pessoa também está muito determinada (Imperador) a formalizar (Papa) uma relação ou parceria (Papa), a fim de se sentir segura (4 de ouros) na relação. E só assim ela se entregará e relacionará de fato. Não quer inseguranças, instabilidade e falta de compromisso. Quer tudo bem formalizado para se sentir seguro no amor (se é que a pergunta foi neste âmbito amoroso).
O que me diz?
Beijão…
Yub

EIS A RESPOSTA DE J.

Nossa Yub, me deu até um frio na barriga! A pessoa foi consultada e disse exatamente o que vc escreveu na sua 1ª hipótese,exatamente!

Fiquei impressionada!
Mto obrigada, vou olhar sob outras perspectivas as cartas.
Beijos!
J.

A Torre no Tarot: um EXCELENTE Arcano para nos libertar da opressão e realizar o que tanto queremos!

Torre

Tarot é muito CONVENÇÃO de cada Tarólogo mesmo… Diante da prática, eu fui OBRIGADO a considerar que a Torre é uma GRANDE REALIZADORA (porque ela LIBERTA aquilo que vinha nos oprimindo) – ainda mais se vier acompanhada de um Arcano Menor que concretiza.

Hoje recebi o feedback de uma cliente. E ela me disse que conseguiu sim passar no mestrado no final do ano passado. Ela havia me perguntado se conseguiria.

Joguei o método Três Casas.

E havia saído os seguintes pares:

Casa 1 (a situação atual): Papa / Rainha de Copas
Casa 2 (o desenvolvimento): Sol / 9 de Paus
Casa 3: (o resultado): Torre / Rei de Ouros

Eu havia feito a seguinte interpretação:

XYZ Querida, o Papa é ÓTIMO para questões acadêmicas, de estudo!! O detalhe é que vem junto com a Rainha de Copas: ela é passiva, acomodada, tá lá toda satisfeita com uma conquista e mantendo-a. Daí fiquei aqui associando com o possível fato de que você terá concluído a especialização, estando ainda mais dentro da área acadêmica (Papa), e esperando pacientemente a oportunidade (Rainha de Copas) de entrar no mestrado. E essa oportunidade poderá depender de uma mulher (Rainha).

Pode ser também que você estará satisfeita (rainha de copas) com o curso de especialização concluída (Papa) e envolvida em dar aulas (Papa), sem estar no pique (rainha de copas) para um mestrado em Dezembro de 2014.

Se você estiver esperando por alguma influência ou aprovação de uma mulher (Papa + Rainha de Copas) no início dessa situação de entrar no mestrado, XYZ, o desenvolvimento dessa espera poderá ser de grande expectativa. Você ali confiante (Sol) e ansiosa (9 de Paus), achando que não dará mais certo (9 de Paus). Pode ser que na última hora dê certo sim (Sol + 9 de Paus) e você entre no mestrado.

E há essa libertação do que vinha lhe oprimindo (Torre) – talvez a espera e a expectativa de não mais conseguir (rainha de copas e 9 de paus). E realizará essa conquista (Rei de Ouros).

Obs.: por mais que muito Tarólogo diga NÃO quando vê a Torre, eu observo o seguinte. Se tivesse essa visão, já diria NÃO ao mestrado em dezembro de 2014 logo de cara. Mas eu vejo a Torre do seguinte modo: ela subverte a ordem. Se está empregado, arruma emprego. Se está empregado, perde o emprego. Como você não estará no mestrado, você tem tudo para entrar sim e conseguir a realização desse empreendimento (Rei de Ouros), graças principalmente a um trabalho criativo e autoconfiante (sol + 9 de paus) e a uma determinação e organização (rei de ouros) de não desistir…

Vamos supor que você não consiga numa escola pública. Então, você provavelmente terá a ajuda de algum homem que irá lhe patrocinar (Rei de Ouros). E esse amparo financeiro efetivo poderá ocorrer aos 45 minutos do segundo tempo, como é típico do 9 de Paus… rsrs

E ela me deu o seguinte feedback:

Você está aberto para se transformar ou apenas quer fazer as mudanças “cosméticas” em sua vida?

Roda Fortuna

Sabe quando você está insatisfeito com alguma área da sua vida? Ou mesmo com sua existência por inteiro?

E você se sente ansioso para realizar mudanças em sua vida? Fala que quer mudar, quer conhecer alguém, se casar, ter um filho, mudar de emprego, de casa, de cidade, iniciar um novo curso, viajar, morar sozinho, etc?

Então, você mergulha em trezentos cursos, leituras, estudos. Faz terapia, massagens, tratamentos alternativos. Participa de grupos espiritualistas ou religiosos. Enfim, se envolve num tanto de atividades. E acha que está mudando. Ou lá no seu eu mais profundo sabe que não está vendo mudanças efetivas em sua vida.

Sabe o que está fazendo? Mudanças “cosméticas” rsrs. ADOREI esse termo. Foi o que meu psicólogo me disse ontem na terapia.

Você sabe qual era o meu Arcano do Dia?

Como Persistir E Quando Desistir De Nossos Sonhos? O Tarot mostra!

Imperador

Joguei o Tarot para mim mesmo no início do ano para uma questão associada a um profundo desejo que eu vinha nutrindo há alguns anos. Querendo saber se neste 2014 eu conseguiria realiza-lo.

Porque eu já estava cansado de busca-lo. Já considerava como uma baita ilusão. Encontrava-me desanimado e disposto a desistir de continuar tentando.

Saiu o par IMPERADOR / 8 DE COPAS na Casa 1 do Péladan.

Recentemente, uma aluna nova do curso de tarot via internet (que já é minha cliente há mais tempo), muito perceptiva e com belas sacadas tarológicas, fez um jogo em que tirou esse mesmo par, o qual retratava seu relacionamento amoroso.

Ela vem desejando retornar a relação com um ex-namorado. Não consegue se abrir para outras pessoas, mesmo diante de tantos impedimentos com este que sonha viver (e também cansada de tanto bater nessa mesma tecla).

Pude, então, compartilhar com ela o que agora aprofundo nesta reflexão a respeito da arte de conquistar o que se quer (Imperador) ao se desistir do que tanto sonha e idealiza (8 de Copas).

Parece contraditório, né? Como isso acontece? Qual prevalece? O Arcano Maior ganha do Menor? Ou ambos atuam em conjunto?

Como Fluir Com As Oportunidades Da Vida? A Temperança do Tarot nos ensina

Temperança

No sábado (de 17 às 22 horas), eu fui à casa do Fernando Rocha Nobre. Lá ele apresentou o Cinema Comentado para um grupo de pessoas.

Cinema Comentado

O filme foi THE SARAPOV APPROACH:

The Saratov Approach

E logo em seguida abriu para o debate. A prosa foi espetacular. Várias percepções compartilhadas entre nós. E belos questionamentos cutucadores feitos pelo Fernando. E, o melhor pra mim, linkando com a Psicologia Analítica (“junguiana”).

Anotei várias perspectivas e perguntas em meu bloco de anotações.

No Domingo, recebi – para almoçarmos juntos – os meus amigos Dudu, MD, Kél, Julinho, Drizinha e Ju.

Como sempre ocorre, filosofamos bastante sobre a vida, espiritualidade, questões de sincronicidades e cocriação, estava doidinho para logo abordar os temas polêmicos proseados no sábado à noite no Cinema Comentado.

Eu saíra com a Temperança como Arcano do Dia.

Aí eu percebi com mais clareza algo que pode parecer contraditório a respeito do Arcano 14 do Tarot. O fato de ser um Arcano considerado lento e ao mesmo tempo de ansiedade.

Já venho notando que a Temperança pode ser rapidaça. E não tão lenta quanto nós Tarólogos costumamos dizer.

Porque dependerá do “tempo interior.”

Quando algo está “temperado”, devidamente ajustado, essa Temperança terá cumprido o seu propósito. E se manifestará rapidamente.

Mas se os ajustes a serem feitos para a harmonização entre o tempo interior e o exterior não estiverem efetivados, então, a demora poderá existir. E junto a ansiedade. A pressa em querer que a harmonia aconteça.

Todavia, toda essa ansiedade mostra que o tempo interior e o tempo exterior não estão em harmonia. Ou seja, os ajustes ainda não foram feitos. E a demora persistirá até estes ocorrerem.

O detalhe é que estes ocorrem muitas vezes sem a intervenção direta entre as pessoas, tal como ocorre no Enamorado (através de diálogos a respeito das divergências e atritos entre elas).

A Temperança é um tipo de ajuste mais INTERNO. Apenas quando o consulente se harmoniza com o tempo externo, no sentido de fluir com as oportunidades. Ou seja, quando a gente consegue estar em ressonância com as situações externas, em harmonia com o que está acontecendo, estamos em paz. E basta fluir com estas circunstâncias, abertos e receptivos para quando a oportunidade de vivenciar o que tanto desejamos surja dessa conjuntura de experiências.

Então, logo quando o pessoal chegou aqui e a prosa teve início, eu já tava doidinho segurando a ansiedade para introduzir os assuntos.

Daí vi que o caminho não era por aí. Faltava um contexto, um assunto ou situação que puxassem a necessidade de abordar aqueles temas.

Relaxei. Flui com a conversa. Deixei o tempo externo estar apropriado. E me desprendi. Pode ser que ele não me apresentasse essa oportunidade de conversar sobre o que eu tanto queria com meus amigos. Tudo bem. Eu vou aproveitar o que rolar aqui, naturalmente.

Então, bem mais à frente de nosso encontro, surgiu explicitamente a oportunidade. Era o meu “gancho” para soltar o verbo e os assuntos que vem me impactando… Foi SENSACIONAL!!

Eis a Temperança em ação. Quando o tempo interno e o tempo externo se encontram, eles fluem por meio de um mesmo rio até o Oceano.

Beijãozão nocês…

Yub

Tarot O 8 de Espadas e o tipo de erro que precisamos corrigir

8 Espadas

Não são nossos erros que nos aprisionam.

É a nossa falta de visão (veja que a moça protagonista deste Arcano está com vendas nos olhos) de que estamos cometendo erros que nos limita (a moça se encontra toda amarrada).

A dor e o sofrimento vêm em função dessa atitude cega, inconsciente e autolimitadora.

E precisamos de duas estratégias essenciais para nos libertar desses aprisionamentos simbolizados pelo 8 de Espadas.

Quais são?

Uma delas é tirar a venda. E enxergar o cenário em que nos encontramos. Perceber a situação em que nos colocamos.

Só mesmo tirando aquela venda de nossos olhos que poderemos identificar qual a melhor solução para o nosso caso.

Aí teremos condições de, quem sabe, aproveitar uma daquelas espadas ali ou uma pedra ao redor para esfregar o material que está nos prendendo e corta-lo.

Como fazer isso?

Tarot Quando as previsões são favoráveis, nós avacalhamos tudo!!!

Exemplo Templo

Tenho percebido algo intrigante.

Costumo jogar bastante o Templo de Afrodite (Método de Tarot para relacionamentos afetivos) em minhas consultas via internet.

Eis como é a dinâmica do jogo: http://yubmiranda.com.br/category/como-jogar-o-templo-de-afrodite/

O que tenho observado?

Quando as previsões são negativas, ruins para o relacionamento da pessoa (minha cliente), esta aceita de bom grado. Pode ficar triste. Pode se sentir frustrada diante da incapacidade de mudar a situação. Mas enxerga que tudo que ela via e vivia na relação já era até pressentido por ela: a impossibilidade da relação fluir legal.

Porém, quando as previsões para o laço afetivo entre ela e a outra pessoa, o que acontece?