6 de Espadas: Mudando o rumo de sua vida

No último Domingo, dia 13/2/11, eu tomei uma decisão logo ao acordar. Comuniquei essas ideias com a Cris. E decidimos sim colocar em prática o que decidíramos. Segunda-feira iniciaríamos essa nova mudança em nossa rotina.
Então, eis que na 2a.feira eu saio como o par de Arcanos do Dia O SOL com o SEIS DE ESPADAS!!
Durante todo o dia, pude enxergar o que esse Arcano Menor representava. E foi o movimento iniciado na segunda-feira que estamos perpetuando. Foi assim também ontem e está sendo assim hoje. Espero que seja assim durante todo o ano.
Nesse processo, eu reconheci o quanto o 6 de Espadas representa uma mudança de rumo. Reconhecemos que o que fazíamos antes, o modo como buscávamos as coisas e os hábitos que acompanhavam esse ritmo de vida tinham suas limitações, seus erros (5 de Espadas).
No 6 de Espadas, a gente se conscientiza de que agíamos errado. Nossa postura era equivocada. E vamos, resignadamente, assumindo o compromisso de mudarmos. Saímos de uma fase e nos encaminhamos para outra. Vamos de uma margem a outra, conforme mostrado na figura do 6 de Espadas.
Essa transição de margens representa bem a mudança de nível de consciência. Vamos em busca de um outro nível de consciência, de postura diante da vida. É um rumo diferente que tomamos, nos direcionando para um outro ponto, bem diferente dos hábitos que nos mantinham na margem/nível anterior.
O 6 de Espadas é bem essa conscientização do que precisamos desenvolver de novos hábitos e de uma nova postura existencial para alcançarmos o que desejamos de diferente na vida. As novas oportunidades virão, como consequência (ou sintonia) a esse novo nível de consciência e de rumo na vida. 
Beijãozão nocês…
Yub

Tarot e Mitologia: 6 de Espadas e a Barca de Caronte

Eu cada dia gosto mais da mitologia grega. Um mito retrata, de forma simbólica, uma situação arquetípica: comum à experiência humana.
E o que cada Arcano do Tarot revela? A mesma coisa! Ou seja, tipos específicos de questões, atividades, posturas e circunstâncias comuns a cada um de nós. São experiências humanas. São vivências existenciais que estão marcadas em nossa natureza. Nascimento, morte, gravidez, paternidade, afetividade, frustrações, esperanças, etc.
Talvez por isso, quando o Arcano Menor 6 de Espadas saiu no jogo de Tarot que eu e a Cris fizemos, eu o vi com um olhar diferente. Havíamos perguntado, no dia 26/09/2010, o seguinte:
NOME DA MÃE DA CRIS sairá andando do hospital até o final do mês de outubro de 2010?
Os seguintes pares de Arcanos saíram:
Casa 1: Diabo / 2 de Espadas
Casa 2: Estrela / 5 de Paus
Casa 3: Pendurado / As de Espadas
Casa 4: Roda da Fortuna / 6 de Espadas
Casa 5: Força / 4 de Copas
Quando vimos esse contexto geral dos Arcanos, percebemos que dificilmente minha sogra sairia andando, com a saúde melhorada, do CTI. Porque principalmente o Seis de Espadas acompanhado da Roda da Fortuna na Casa 4 (do resultado da questão) me fez imediatamente lembrar de Caronte. Mais especificamente da barca que Caronte dirigia ao conduzir as almas dos mortos ao Hades.

E, realmente, no dia 04/10/10, minha sogra faleceu. Fez a travessia (6 de Espadas) do mundo material para o espiritual.  
Quanto mais a gente estuda simbologia e mitologia, mais clara fica nossa compreensão a respeito dos possíveis significados de cada Arcano, de cada situação arquetípica nele retratada. 
Beijãozão nocês…
Yub