O Mago = O Cozinheiro

O Mago… na maioria das vezes que saio com essa Carta como Arcano do Dia, eu cozinho. Tudo bem, cozinho quase todo dia. E nem sempre saio como o Arcano 1. Mas quando retiro ele do Tarot para simbolizar o que viverei, é impressionante o quanto neste dia eu irei cozinhar.

Faço o almoço quase que diariamente aqui em casa. Só nos finais de semana a patroa assume o fogão. E quando o Arcano 1 do Tarot se apresenta, eu vou lá para a cozinha preparar os alimentos e fazer nossa comida.

Parece que a mesa que o Mago manuseia seus instrumentos é a mesa que o cozinheiro também possui não somente os intrumentos de cozinhar mas também os ingredientes e produtos que usará.

Não é à toa que costumamos ler por aí que O Mago está associado a habilidades manuais. Realmente, precisa de muita versatilidade para lidar com tantos ingredientes e instrumentos culinários.
Um outro detalhe do Mago que noto nos dias em que vou cozinhar e que o tenho como Arcano do Dia é a CRIATIVIDADE. Eu sempre invento algo. Não necessariamente um prato novo. Mas, sim, um ingrediente diferente em um prato costumeiro. Ontem, por exemplo, eu acrescentei pela primeira vez talos de espinafre na sopa à noite que fiz.
O Mago gosta de inventar, de criar algo novo. E noto isso nas minhas idas à cozinha quando o tiro para simbolizar meu dia. Nem que seja num pequenino detalhe. Mas, nele, haverá mais criatividade e um toque de diferente, fugindo ao convencinal, ao tradicional.
Tarot a gente aprende bem é na prática. Esse exercício diário com o Arcano do Dia é SHOW! Sem contar que me incentiva a estar bem consciente em cada situação cotidiana, pois me facilita encontrar as pontes entre a teoria do que os Arcanos significam e a prática (a manifestação do simbolismo nos eventos do dia).
Recomendo! É uma receita deliciosa de aprendizagem tarológica. 😉
Obs.: hoje a Lua está em Touro e tem tudo a ver com este post a respeito de COMIDA… rsrs
Beijãozão nocês…
Yub

Mago: hora de experimentar novas ideias!

Ontem saí com O Mago como Arcano do Dia. E, óbvio, minha manhã (principalmente) foi de consideráveis malabarismos. Mas o que foi mais marcante no colorido dessa terça-feira girou em torno da necessidade de buscar novas informações e fazer algumas experimentações para um projeto que tenho para o ano que vem: dar muitas palestras.
Para isso, quero aprender a mexer em determinados programas, principalmente os que recortam e editam trechos de filmes, a fim de exemplificar a manifestação prática de Signos, Planetas, Casas, Números e Arcanos. Ontem, então, fui em busca desses novos conhecimentos. 
Meu amigo Acid (criador do blog Saindo da Matrix http://www.saindodamatrix.com.br/)   compartilhou alguns programas que usa para criar suas palestras. E meu amigo Gustavo Amorim também me deu preciosas dicas (http://www.faroldeluz.com.br/).
E já comecei a fazer alguns testes ontem mesmo. O Mago indica essas experimentações sobre algo novo.
Só que descobrir alguns problemas em meu computador e em meu velhinho notebook. (O Mago de ontem veio acompanhado do 5 de Ouros/falta de recursos, materias e capacidades). Tive de ficar usando o pen drive para levar arquivos do PC para o notebook e vice-versa. E fazendo experiências de publicação de tais vídeos tanto no Blog (através de testes) quanto no Power Point no PC e no notebook.
O Mago é esse malabarismo, esse lance de dar um  jeito para que as coisas possam se movimentar. Na verdade, O Mago tem um quê do “jeitinho brasileiro.”
Com os programas que tenho e ajudado pelo Urano na Casa 3 da Cris (rsrs), consegui aprender cada etapa desse processo de gravar filme no PC, recortar e editar trechos, converter para extensões de arquivo compatíveis com PowerPoint e Blogspot e publicar em slides e posts. Bem bacana!!
Beijãozão nocês…
Yub