Um desabafo a respeito das clientes e leitoras infelizes no amor!

Basta

Estou de saco cheio! Basta!

De saco cheio de receber e-mails, inbox e comentários no blog de amigas, alunas, clientes e leitoras sobre sua infelicidade amorosa.

Quase todo dia, nesses vinte anos como astrólogo, recebo algo assim:

– Yub, eu tenho Vênus em aspecto com tal Planeta e nunca serei feliz no amor.

– Yub, eu tenho esse Planeta na minha Casa 7 e só atraio gente desse tipo. Minhas relações são sempre desse jeito. Eu encontrarei alguém e serei feliz no amor?

– Yub, eu pesquisei na internet sobre minha Vênus e estou triste. Vi que nunca serei feliz no amor.

– Yub, fui a um astrólogo (ou a uma astróloga) que me falou que nunca serei feliz no amor por ter estes aspectos astrológicos com minha Vênus.

Essas perguntas e queixas das pessoas que me procuram (a maioria delas dizem que não tem condições de pagar uma consulta comigo) me incomodam. Porque eu quero responder a cada uma delas com o carinho e o esclarecimento que merecem. E nem sempre dá tempo de escrever em detalhes a interpretação desses posicionamentos astrológicos associados ao amor que elas querem saber.

Esse desconforto que me causa ler essas conclusões horrorosas sobre o futuro amoroso delas é familiar pra mim. Porque eu passei por isso. Sim, passei sim. Quando, na década de 90, eu comecei a estudar astrologia, eu comprei inúmeros livros antes e durante o curso que fiz com minha professora Maria Ecir Tavares. E mergulhei profundamente na leitura deles. Meu Deus… Senti na pele o peso daquelas previsões sombrias sobre meus relacionamentos afetivos e minha vida amorosa. Colo meu mapa aqui para você ter ciência do que passei:

Mapa Natal do Yub

Mapa Natal do Yub

Como pode notar, tenho Vênus (astro explicitamente associado ao amor) no Signo de Sagitário. Está em oposição a Saturno. E tenho Urano na Casa 7.

Não sei se você já se enveredou pelos livros que povoavam as livrarias na década de 90 (1994-1996, mais especificamente). Se bem que não é diferente do tanto de escritos fatalistas e tenebrosos que encontramos por aí na internet. Então, sim, você já deve saber os piores prognósticos que posicionamentos como estes que eu tenho recebem.

Por ter Vênus em Sagitário, sempre lia que eu não queria me prender no amor. Preferiria colocar uma mochila nas costas e viver um amor (Vênus) livre (Sagitário). Lia que ninguém nunca me faria trocar minha liberdade (Sagitário) para estar num relacionamento (Vênus).

Lia que Urano na Casa 7 é sinônimo de solteirice. Meus relacionamentos começariam subitamente e, do nada, terminariam. Nunca teria estabilidade num vínculo a dois. Casamento, nem pensar. Era melhor eu tirar essa ideia da minha cabeça. E esse desejo do meu coração.

E o vaticínio pior, claro, era o que lia a respeito do aspecto de Saturno com minha Vênus. Significado preponderante nos manuais de astrologia: nunca será feliz no amor. É melhor nem começar um relacionamento porque vai fracassar e você vai se frustrar. Pronto, simples assim.

Como podem notar, meu contato inicial com a astrologia não foi nem um pouco agradável. Eram leituras que me desanimavam afetivamente. Deixavam-me triste. Era um fardo muito doloroso para ser aceito.

Ainda bem que nasci com uma natureza nada conformista (como vocês puderam ver ali no meu mapa natal rsrs). Orgulhoso demais para aceitar essas leituras como verdade absoluta. Eu tive ajuda, claro, de algo que comecei a estudar antes de astrologia: a psicologia analítica. Porque comecei a anotar meus sonhos durante um tempo, sem nem saber por que estava fazendo isso. Até que falei para mim mesmo:

– Preciso entender essa linguagem dos sonhos. Deve ser importante.

Aí você pode me perguntar:

– Yub, de que forma a pesquisa da psicologia junguiana te ajudou nos estudos astrológicos?

Porque ela me fez enxergar que cada posicionamento astrológico é um SÍMBOLO!! E, como tal, tem suas características positivas e negativas.

Imagine um prédio. Ele tem lá seu estilo (pode ser mais futurista ou mais tradicional). Ele tem lá sua altura, seu número de andares. E tem sua pintura e estrutura bem delineada. Um posicionamento astrológico (tal como o signo de Vênus, um aspecto com Vênus, um Signo na Casa 7, um Planeta na Casa 7) é como se fosse um prédio. E a gente pode expressar o que esse posicionamento astrológico SIMBOLIZA de diversas maneiras, de vários níveis (de acordo com cada andar), dos mais negativos aos mais positivos.

Quando percebi essa verdade, de que a astrologia trata de SÍMBOLOS, é uma linguagem simbólica, e não uma influência externa dos planetas enviando raios bons ou maus sobre nós, uau!, foi uma libertação.

Daí percebi que há outras maneiras (outros andares a serem experimentados) de se viver um Urano na Casa 7, um aspecto de Vênus com Saturno, por exemplo. Já que são símbolos, eles devem representar formas diversas de serem expressados. Claro, sempre de acordo com o “prédio” que representam. Isso é fatalista. Não tem como mudar de prédio. Vênus em Sagitário é um prédio de um estilo diferente de Vênus em Câncer. Mas ambos têm vários níveis (andares) em que pode ser vivenciado.

Eu me concentrei nessa possibilidade simbólica. Como, Yub? Vou te dar alguns exemplos práticos e pessoais.

Minha Vênus em Sagitário gosta de viver a liberdade? Sim! Vivia muito bem solteiro. Não queria me prender a ninguém. Com o tempo, senti vontade mesmo de me relacionar pra valer. De viver ao lado de alguém. De compartilhar essa viagem (Sagitário? Rsrs). Daí fui descobrindo que eu amo (Vênus) viajar (Sagitário) ao lado de quem me relaciono (Vênus). Eu me sinto atraído (Vênus) por uma mulher filosófica, questionadora, professoral e que ama refletir sobre a vida (Sagitário). Eu gosto numa relação amorosa (Vênus) tanto de ensinar quanto de aprender (Sagitário) com a pessoa parceira (Vênus). Eu gosto de viver um relacionamento amoroso (Vênus) em que haja um clima bem-humorado e alegre (Sagitário), bem como uma convivência em que o riso e as gargalhadas (Sagitário) sejam constantes. Se eu tiver tudo isso num vínculo amoroso, puxa, eu vivo “preso” rsrs a ela por toda a vida. E é o que vem acontecendo há 12 (doze) anos ao lado da Cris.

Meu Urano na Casa 7 já passou sim por várias relações (Casa 7) que iniciavam e terminavam subitamente (Urano). Até eu conhecer a astrologia. E me questionar: – o que há de positivo numa vivência afetiva simbolizada por Urano? Fui estudando URANO, compreendendo cada dia mais profundamente o que esse símbolo pode representar. E vi que ele gosta de estímulo, de muita troca intelectual estimulante (é a oitava de Mercúrio, lembra?). Descobri que ele é fã de sinceridade, de autenticidade. E de autonomia e originalidade.

OPA! Então, se eu estiver num relacionamento (Casa 7) em que haja essa dinâmica entre mim e a pessoa parceira (Casa 7), isto é, de trocas intelectuais estimulantes repletas de novidades e descobertas (Urano), será que eu reduzirei essa tendência de meus relacionamentos durarem menos de quinze dias? Será que se eu tiver uma relação com alguém que é diferente, alternativo, original e rebelde (Urano) – e que aceite meu lado não convencional, diferente, alternativo e original (Urano) – poderei manter esse vínculo por mais do que um mês?

Justamente. Então, não daria para estar com alguém de forma duradoura com a tendência de términos súbitos de Urano prevalecendo, concorda? Mas já que esse astro nessa Casa é um símbolo, como eu poderia expressa-lo de uma forma melhor, num outro nível, num outro andar? Fui descobrindo como viver Urano de uma forma que pra mim era positiva, isto é, que me permitisse casar. Porque era o que eu queria: casar e ter um relacionamento especial. Foi o que eu e a Cris conquistamos. Estamos casados – sim, formalmente, de “papel passado”, no cartório – a mais de oito anos (escrevo esse “desabafo” em 2018).

E o aspecto de Saturno com Vênus, o qual tinha o vaticínio fatalista mais aterrador encontrado nos livros e em vários sites de astrologia? O de nunca ser feliz no amor? Saturno também é um símbolo. Ele representa a importância da maturidade. Reparei ao longo dos anos em minha prática como astrólogo que, quanto mais maturidade a gente conquista, mais nos beneficiamos do que Saturno está simbolizando em nosso mapa natal (por Casa, Signo e Aspecto). Então, diante das frustrações (Saturno) afetivas (Vênus), eu procurava amadurecer (Saturno). Como assim?

Procurava perceber quais foram os meus comportamentos infantis e sabotadores que atrapalharam aquele relacionamento específico. Aqueles meus comportamentos até então inconscientes que me levavam a enxergar o amor (Vênus) como dor e frustração (Saturno). E desenvolvia – com persistência e muita dedicação (Saturno) – atitudes mais maduras (Saturno) na minha forma de dar e receber amor (Vênus). Com o tempo (Saturno), meus relacionamentos começaram a ser mais satisfatórios, mais prazerosos (Vênus). Até que encontrei a Cris e, juntos, nos comprometemos (Saturno) a viver um relacionamento (Vênus) maduro (Saturno). Essa é uma conquista diária, semanal, mensal, anual.

Temos vivido um casamento realmente satisfatório, gostoso, enriquecedor. Quem nos conhece pode comprovar. Mais importante do que isso é o que sentimos e vivemos, especialmente ao lado de nossas filhas: Sophia (hoje com seis anos) e Luiza (com dois anos).

É isso que eu quero passar para você. Se eu consegui me casar e construir um relacionamento tão lindo, com URANO NA CASA 7, VÊNUS EM SAGITÁRIO e SATURNO EM ASPECO COM MINHA VÊNUS, qualquer pessoa consegue.

É isso que eu quero compartilhar com você neste curso online que comecei a gravar hoje:

– Como você pode superar as tendências negativas associadas à sua Vênus (por Casa, Signo e Aspecto) e à sua Casa 7 (em função do Signo e planeta/s ali).

Porque, lembre-se, você NÃO está fadada (fadado) a ser infeliz no amor. Não dê bola para o que lê de fatalista nos livros e na internet sobre sua vida amorosa. Saiba que QUALQUER posicionamento astrológico é um SÍMBOLO. E, como tal, possui um leque de possibilidades de ser vivido. Informe-se e entenda quais são as melhores maneiras de viver sua Vênus e sua Casa 7. E concentre-se em desenvolver essas atitudes que farão a sua vida amorosa ser merecidamente satisfatória ao lado de alguém, seja você homossexual, heterossexual, bissexual, etc.

É isso que lhe apresentarei em breve. Bora desmistificar tanta porcaria fatalista e tenebrosa que você lê e ouve por aí. Você virá comigo saber os vários significados de Vênus em cada Signo/Casa – e por aspecto. E cada Signo (e Planeta) na Casa 7. Também sobre as Casas 5 e 8 (o sexo e a intimidade). Eu acompanharei os alunos e alunas num grupo fechado no facebook com supervisão mensal e vídeos extras a serem gravados de acordo com as demandas de vocês, sobre temas e questões que precisarão ser complementados.

Que você seja MUITO feliz na sua vida amorosa! Espero te ajudar nessa trajetória em breve, muito breve. Nem que eu precise gravar vídeos abordando o que venho estudando e praticando sobre LEI DA ATRAÇÃO, REPROGRAMAÇÃO MENTAL, EFT, HO’OPONOPONO e MENTALIZAÇÃO para você limpar as crenças e valores que tem sobre o amor e se concentrar naquelas crenças e valores realmente construtivos e satisfatórios (a partir de seus específicos posicionamentos astrológicos).

Beijãozão nocês…

Yub

Be Sociable, Share!

About YubMiranda

Sou Astrólogo, Numerólogo e Tarólogo. Formado em Filosofia pela PUC/MG (1996-1999) Simbologista e pesquisador da Psicologia Analítica (psicologia junguiana).

3 comments on “Um desabafo a respeito das clientes e leitoras infelizes no amor!

  1. Texto incrível, Yub!! Adorei! Seria muito bom se vc gravasse esses vídeos com temas sobre o poder do subconsciente, é um assunto muito interessante! Obrigada por compartilhar o conhecimento!

  2. Excelente texto… exatamente o que eu penso. Não dá pra levar tudo ao pé da letra. Isso se aplica tb aos posicionamentos ditos como muito bons, pois esses vão depender do nível de maturidade da pessoa e de como ele(a) vive esses aspectos. Até os muitos bons aspectos podem ser ruins. Tudo é relativo e todo o mapa deve ser levado em consideração :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

For spam filtering purposes, please copy the number 8476 to the field below: