fbpx

(2.1) Um novo olhar sobre as SINCRONICIDADES!!

Saudações SINCRONÍSTICAMENTE EXEMPLIFICADORAS, minha Querida Arlete!!

VC ESCREVEU:
Mas Yub…

Crença negativa sobre qualquer coisa eu consigo entender, mas
sincronicidade
negativa?? Ou positiva???

Pra mim, sincronicidades são neutras…

Pode dar alguns exemplos, pra esclarecer melhor??

YUB: Ainda bem que vc fez essa pergunta antes de eu escrever a PARTE
3 do “Um novo olhar sobre as SINCRONICIDADES”, Arlete… ;D

Assim muita gente pode entender melhor o que chamo de
SINCRONICIDADES NEGATIVAS.

Aqui vão alguns exemplos:

Aproveitando o exemplo da pessoa que citei nas duas partes:

Aquela pessoa que tinha atraído (co-criado) as oportunidades de ter
uma promoção, assumir um cargo de maior responsabilidade e obter um
retorno financeiro mais considerável em seu trabalho,

por ter crenças NEGATIVAS com relação ao dinheiro, ao poder, bem
como a obter um belo retorno financeiro ao trabalhar com o que AMA,

acaba atraindo SINCRONICIDADES NEGATIVAS que revelam essas CRENÇAS
NEGATIVAS e a impelem a não usufruir desta promoção, deste cargo e
deste retorno financeiro.

Quais seriam exemplos de SINCRONICIDADES NEGATIVAS para este caso,
Arlete???

Ela poderia, por exemplo, passar numa banca de jornais e alguns
editais de concurso caírem sobre seus pés. Como ela tem a crença
negativa de que não obterá retorno financeiro por trabalhar com o
que ela AMA e lhe dá prazer, aquela sincronicidade pode incentivá-la
a dizer para si:

– Viu? Eu não falei? Eu não posso investir no trabalho que me dará
prazer e que eu amarei realizar… tenho de pensar na segurança e
ter um emprego fixo, com uma renda fixa e no qual me sinta segura.
Essa é uma sincronicidade para eu não seguir o caminho de trabalhar
com o que me dá prazer. Preciso seguir outro caminho, como estudar
para concurso e ter um emprego seguro.

Ela poderia, por exemplo, assistir televisão e ligar exatamente num
canal em que há a seguinte notícia:

– Várias empresas no Brasil fecham as suas portas nos primeiros 2
anos de vida. E esses empresários têm de arcar com as dívidas por
seu negócio próprio não ter dado certo.

Então, Arlete, ela pensará:

– Nuh! Olha que sincronicidade!!! NÃO é mesmo para eu abrir meu
negócio e trabalhar com o que me dá prazer!! Pois só entrarei em
dívidas se fizer isso… preciso mesmo fazer um concurso e passar,
para ter um emprego fixo e um salário certo todo mês.

Ela poderia, por exemplo, se acidentar nas vésperas de sua decisão
em investir o dinheiro que tinha no negócio próprio, no trabalho que
lhe daria muito prazer e rentabilidade futura. E tal acidente, como
ela não tem plano de saúde, consumir quase toda a grana que seria
destinada para o investimento em seu futuro profissional em que
trabalharia com o lhe dá prazer. Tal acidente seria uma espécie
de “sincronicidade negativa” impedindo tal pessoa de seguir o
trabalho prazeroso, o emprego com algo que lhe dá prazer. E tal
SINCRONICIDADE negativa (acidente) seria lido por ela como a
necessidade de realmente não investir num negócio próprio e procurar
estudar pra concurso.

Em outras palavras, Arlete, as SINCRONICIDADES NEGATIVAS REFLETEM as
crenças NEGATIVAS que tal pessoa tem quanto a trabalhar e ganhar
dinheiro com o que lhe dá prazer. Então, por mais que ela desejasse
trabalhar com o gosta e obter seus lucros a partir desse emprego
prazeroso (o que lhe atraiu oportunidades afins), suas CRENÇAS eram
OPOSTAS a tais desejos.

Consequentemente, tais crenças NEGATIVAS não a deixaram usufruir das
oportunidades de se trabalhar (e ter seu merecido retorno
financeiro) com o que lhe daria prazer. E tais CRENÇAS NEGATIVAS
criaram as SINCRONICIDADES NEGATIVAS para ela NÃO seguir o caminho
do que conscientemente dizia desejar.

E é ái que entram os meus últimos questionamentos (colocados na
PARTE 2): E será que temos condições de atrairmos sincronicidades
positivas logo depois de uma série de sincronicidades negativas?
Será que, logo após a nossa recusa em vivermos algo revelado por
sincronicidades negativas, temos condições de atrair sincronicidades
positivas a respeito dos mesmos desejos e questões? Será que temos
condições de, mesmo não seguindo a mensagem de não avançarmos nessa
situação/desejo/questão, mudarmos essa paisagem durante o processo
de avanço e atrairmos sincronicidades positivas?

Eu creio que sim. E vou mostrar como através de uma experiência que
tive durante todo o primeiro semestre e, mais especificamente, no
mês de Agosto/2008, ao lidar com determinado trânsito astrológico e
as minhas experiências no trânsito de BH no processo de tirar minha
carteira de motorista…

Este será o assunto da parte 3… 😀

Beijãozão nocê(s)…
Yub

 


Novos endereços, o Yahoo! que você conhece. Crie um email novo com a sua cara @ymail.com ou @rocketmail.com.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.