fbpx

Arquivos de Categoria: Reflexões sobre A Temperança

Quando os conflitos devem ser resolvidos INTERNAMENTE ou EXTERNAMENTE?

Tenho percebido que, muitas vezes, um conflito precisa ser resolvido internamente. E, por isso, nem precisa se deparar com uma outra pessoa para haver entendimento. A própria resolução interna já gera em nós uma postura harmoniosa dentro do relacionamento.  Em outras ocasiões, por mais que trabalhemos em nós a compreensão do porquê o outro nos […]

A Temperança e o ajuste no tempo

Sabe aquelas duas taças na mão do Anjo da Temperança? E sabe o que pode acontecer com o líquido contido em cada uma delas? Quando uma taça está cheia, quase transbordando, derrama-se o líquido na outra quando esta está quase vazia. E vice-versa. Fica nesse movimento constante de ajustar o líquido das taças para que […]

A Temperança e o tempo certo das coisas…

Cada dia que saio com a Temperança como o Arcano do Dia, mais eu percebo o quanto ela não representa A PRIORI demoras, atrasos, etc. Ela demanda um ritmo interno de moderação e equilíbrio. É difícil pra caramba estar nesse estado de espírito. Mas quando conseguimos, puxa, a gente vive um dia em que as […]

A Temperança: desfrutar a vida repleta de conflitos e problemas!

Geralmente, quando sonhamos com dois elementos (objetos, pessoas, etc) semelhantes, isso é indício de que estamos vivendo uma fase de conflito evidente em alguma área de sua vida. Os detalhes do sonho, contexto, dinâmica dos personagens oníricos, mostrarão em que área e outras preciosidades desse conflito. O 2 é a divisão. Há um lado. Há […]

A Temperança: a necessidade da harmonia interior

Perceba no desenho que o anjo da carta Temperança está misturando dois líquidos. A mão direita segura uma taça e a esquerda outra. Cada uma tem em si um líquido. Em alguns Tarots, há dois rios que se encontram e fluem em união. Eis, simbolicamente, a grande necessidade representada pela Temperança: de unir. Só que muitas […]

Enamorado e Temperança: os conciliadores!

Parece que com Saturno em Libra, a responsabilidade de atuar como conciliador está mais presente na sociedade como um todo. Ou não sei se é só comigo… ainda mais que estou com esse trânsito em minha Casa – a das parcerias. Ou se porque vivi o Mês Pessoal 2 neste mês de Janeiro. E o 2 […]