fbpx

Dominando o futuro através do autodomínio! E o Número 8!!

Saudações COMPLEMENTARES e PODEROSAS a todos!!

Depois que escrevi a mensagem sobre PRESSENTIMENTO/ MINORITY REPORT,
refleti sobre algumas coisas, inclusive ontem, na terapia.

Compreendi com mais clareza o quanto realmente a causa de minha
angústia ao reagir aos meus PRESSENTIMENTOS se deve à minha
inclinação – agora maior – de querer controlar a vida. Meu ímpeto de
tentar – inutilmente – controlar o futuro ao querer saber os
detalhes práticos dos eventos reais que ocorrerão quando tenho um
PRESSENTIMENTO, revela essa inclinação CONTROLADORA de minha
natureza.

Como estou no Ano Pessoal 8 desde 01/01/09 e no Mês Pessoal 9 neste
mês de Janeiro, é um momento MUITO apropriado para refletir (9)
sobre o poder do controle (8). E aproveitar para compreender os
princípios que regem (9) o poder (8) manifestado como controle (8).

Estou experienciando na prática a diferença entre o poder que vem do
controle (8) e o verdadeiro poder, o do autodomínio (8). Compreendo
agora o quanto precisamos desenvolver o domínio em vez do controle.
O domínio é o exercício do poder de forma construtiva; enquanto o
controle é o exercício destrutivo do poder.

Porém, tenho verificado que o domínio só pode ser exercicido através
do autodomínio. Para dominarmos uma situação, precisamos, primeiro,
desenvolver o autodomínio. Por meio dele, aí sim, temos condições de
aceitar com verdadeira humildade a manifestação prática de um futuro
atualmente pressentido e marcado por muitas nebulosidades.

Muitas vezes, expressamos nosso poder de forma controladora.
Queremos controlar a pessoa parceira. Procuramos nos impor sobre
funcionários e colegas de trabalho com um poder controlador.
Buscamos reconhecimento e respeitabilidade por meio do exercício de
um poder pessoal repleto de estratégias controladoras,
manipuladoras.

Porém, ao agirmos assim, não estamos realmente exercendo nosso poder
pessoal de forma construtiva. Na verdade, esse comportamento
controlador mostra nossa fraqueza, nosso medo de perder o que
queremos, pois queremos ter tudo muito bem controlado, mantido,
seguro.

Parece mesmo que o verdadeiro poder passa por uma atitude
completamente vulnerável. A verdadeira força está na
vulnerabilidade. .. Putz! Agora eu compreendo a frase que li no filme
PODER ALÉM DA VIDA: A força do Guerreiro está na sua vulnerabilidade.

Porque a vulnerabilidade perante o futuro e o que cada evento
presente traz demanda entrega, fé, autoconfiança e hulmidade para
reconhecer que nossa força controladora é INFINITAMENTE MENOR que a
Força Natural da Vida…

Finalizo esta mensagem com a frase que abri hoje, ao folhear
intuitivamente o livro AS JORNADAS DE SÓCRATES, do Dan Millman:

“NA VIDA, A ANGÚSTIA SOBREVÉM QUANDO VOCÊ RESISTE.” 😀

Beijãozão nocês…
Yub


Veja quais são os assuntos do momento no Yahoo! + Buscados: Top 10CelebridadesMúsicaEsportes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.