fbpx

Lua e Nos 2 e 3: proteções psíquicas e maior sensibilidade às energias

Tenho atendido (em minha consulta de Tarot via internet) pessoas sofrendo com a fase de extrema sensibilidade. Porque elas estão se sentindo drenadas, sem energia, sem vitalidade. E tenho observado o quanto determinados Arcanos mostram essa abertura psíquica às energias alheias.

A Lua surge com grande preponderância nesses jogos. É um Arcano que simboliza uma fase de hipersensibilidade ao campo psíquico dos ambientes e das outras pessoas que a pessoa (consulente) entra em contato.

Como o Método Mandala mostra as previsões (como estará a dinâmica de cada área de sua vida) para os próximos três meses, eu gosto de comparar com o Trimestre Pessoal (Ciclos Numerológicos) que a pessoa vive e viverá durante esse tempo demarcado pelo Tarot. E é impressionante o quanto as pessoas que têm a Lua em destaque no Mandala (como na Casa 00, na Casa 1 e na Casa 12, por exemplo) estão vivendo o Ano Pessoal simbolizado pelo Número 2 ou pelo 3.
Essas simbologias (Arcano 18 e Números 2 e 3) retratam bem essa disposição em sentir com mais intensidade o que se passa no íntimo das pessoas e no ambiente ao redor. E creio que tais simbolismos também nos dão a dica de como lidar com essa sensibilidade aflorada.

O Número 2 mostra que uma estratégia eficaz é buscar descansar bastante. Quando não sentir necessidade de sair, se socializar, procure manter-se em casa. E construir um clima agradável, com músicas relaxantes, limpeza física do ambiente e muito sossego.

O Número 3 revela que uma saída bacana gira em torno de se cercar de pessoas animadas, alegres e otimistas. Um clima de bom-humor e de prazer é fundamental. Ou seja, buscar atividades, ambientes e pessoas que irão acrescentar, somar, inspirar e proporcionar diversão. Quando não tem jeito, isto é, convive-se com colegas num ambiente de trabalho ruim, por exemplo, é fundamental gostar do que faz. Ou, pelo menos, quando sair do trabalho, ir praticar  um esporte, uma atividade física, ver um bom filme e fazer  um programa gostoso, agradável. Justamente para alterar o estado de espírito, o humor.

Obs.: tanto o Número 2 quanto o Número 3 são, simbolicamente, os que mais evidenciam as emoções afloradas. São os números mais diretamente associados às emoções. E, realmente, parece que as emoções desempenham um papel determinante nesta fase de maior sensibilidade (e perigo de vampirismo). Buscar contatar as emoções, reconhecer o que vem borbulhando em seu íntimo e compreendè-las é uma boa estratégia. Além, claro, da busca por meios que expressem tais estados emocionais. Uma terapia também ajuda. Atividades com água (nadando, por exemplo) também.

E por falar em humor e emoções, chegamos à Lua. Este Arcano parece unir diversos significados das simbologias numerológicas do 2 e do 3. E atenta para o perigo de não nos deixarmos levar por uma imaginação desenfreada. Porque esta poderia gerar umas paranóias, uns medos persecutórios e umas imagens sinistras, preocupantes e fantasiosas que nos assombrariam. 

O recolhimento para uma percepção mais apurada das emoções que estamos tendo, absorvendo e gerando é fundamental nesta fase de maior sensibilidade às energias.

Então, caso você viva um Ano Pessoal (ou Trimestre, ou Mês Pessoal) simbolizado pelo 2 e/ou 3 – ou tenha o Arcano 18 em destaque em seu Mandala, valerá a pena prestar atenção e seguir estratégias afins com esses simbolismos.

obs.: Tive uma cliente certa vez que me perguntou sobre sua situação profissional na empresa em que trabalhava. Tirei o Tarot para ela, através do MÉTODO PÈLADAN. O jogo revelou Arcanos bloqueadores (como O Pendurado e o 4 de Espadas). E um par de Arcanos que me marcou bastante foi encontrado na Casa 2 (como Desafio com o qual ela se deparava ali no trabalho). Foi o par Lua/Rainha de Ouros.

Quando sai um Arcano da Corte, como a RAINHA DE OUROS no jogo de minha cliente, há uma probabilidade maior de que alguém (uma pessoa) esteja influenciando (positivamente ou negativamente) a questão abordada pelo consulente.

A Rainha costuma indicar uma mulher. O Naipe de Ouros simboliza o lado material, financeiro, profissional. Perguntei à minha cliente se ela se sentia exaurida energeticamente/vampirizada (Lua) por alguma mulher (rainha) de seu ambiente de trabalho (ouros). Ela, então, me contou altas histórias sobre a sua chefe. A dona da empresa colocava altas barreiras e impedimentos a esta minha cliente. E estava evidenciada ali, na Casa 2 do Pèladan, como o maior desafio a ser superado em seu trabalho na respectiva empresa.

Mas minha cliente não suportou. O jogo mostrava que ela não duraria muito tempo ali (eu a alertara sobre essa possibilidade, de modo a já ir procurando outro emprego). Porque a sensação de opressão e bloqueio (pendurado e 4 de espadas) estava muito forte, em função do quanto a sua chefe lhe exauria energicamente (lua/rainha de ouros).

Beijãozão nocês…
Yub

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.