O Julgamento deveria se chamar A RECICLAGEM!

Ontem saí com O Julgamento como Arcano do Dia. E tive um novo insight sobre um dos seus atributos quando me embrenhei em determinada atividade literária.
Como muitos sabem, eu AMO escrever contos policiais e de suspense. Há alguns anos, iniciei um romance policial. Mas como percebi o quanto ainda estava cru quando criei um terço desse livro, desisti de continuar. Estava de uma qualidade muito ruim.
Mas guardei a parte que escrevera. Salvara em meu computador. Ontem à noite, a fim de relaxar um pouco mais, resolvi aproveitar alguns trechos que considero bem bacanas do projeto de livro. E comecei a juntar algumas partes e dar um novo arranjo às mesmas.
Em outras palavras, eu decidi rearranjar partes e trechos do livro em contos. Sim, pegar determinadas cenas, juntar, colar de uma outra forma e reaproveitá-las, dando um novo sentido para a sua junção. E esse novo direcionamento seria dado ao elaborar novos detalhes nessa união de trechos e partes do outrora projeto de livro.
Enfim, reciclei muitas passagens do livro ao transformá-las em contos policiais e de suspense. Fiz isso de forma bem consciente ontem à noite. E foi muito prazeroso.
Daí veio insight de como O Julgamento, em seu processo de renascimento, usa da reciclagem para ressurgir algo novo, transformado e bem diferente do que existia antes e que mantinha-se no limbo…
Muito bacana… Quis compartilhar essa experiência e insight com vocês.
Beijãozão nocês….
Yub

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *