fbpx

O que a Roda da Fortuna significa nas questões amorosas e cotidianas?

A Roda da Fortuna é um caso interessante. Quando ela sai no Templo de Afrodite para um relacionamento que está naquela fase do ficar, do se conhecer, do inicial namoro, ela apresenta a seguinte dinâmica.

A pessoa tem uma noite muito especial com a pessoa parceira. No outro dia, quando esperava por um telefonema, um novo contato ou encontro, NADA. Não há nem sinal de vida da pessoa parceira.

Então, a pessoa desanima. Acha que a relação não vai engrenar. Começa até a desistir. E, de repente, recebe um torpedo, um email ou uma ligação da pessoa parceira. Pronto! Reacende a expectativa, empolga-se novamente.

Assim, decidem marcar um novo encontro. Momentos antes dele ocorrer, algo ocorre – muitas vezes de forma inesperada. O carro dá defeito e impede a pessoa parceira de pegar a pessoa na sua casa. Aparece um outro programa para a pessoa parceira. Há algo fora do combinado, da rotina, do esperado que muda a situação de novo. O desânimo retorna.

E fica nisso. Um baita movimento de altos e baixos. E não há uma estabilidade na relação para aquela época em que o Templo de Afrodite abarca.

É por essa instabilidade que há a ANSIEDADE – atributo associado à Roda da Fortuna. Por conta dessas surpresas, desses inesperados, dessa falta de certeza, de garantia e de segurança que a pessoa fica a mil, ansiosa.

No que diz respeito às questões cotidianas, eu notei algo bacana na Roda da Fortuna. Saí com esse Arcano na sexta-feira passada. E tínhamos duas consultas. Uma com a pediatra homeopata de Sophia às 9:30h e outra com uma pediatra dermatologista às 11:10h.

O trânsito pela manhã aqui em BH está intragável. Por conta das obras na cidade e também pelo número cada vez maior de veículos. Sexta-feira então, é pior ainda. Porque muita gente vai de carro para o trabalho, a fim de sair após o serviço ou depois da faculdade.

E o que ocorreu? Chamamos o táxi por volta das 8:20h. A atendente falou que o veículo chegaria dentro de 5 minutos. Quando estávamos indo para a frente do prédio, toca o telefone. É a atendente dizendo que o táxi demoraria de 15 a 20 minutos para chegar.

Eu perguntei se chegaria com certeza. Ela disse que sim. Então, nem pensei em chamar outro. Mesmo porque, nesse horário, é raro encontrar um táxi nos pontos que costumamos ligar. Preferi esperar por este. Porém, o risco de atrasarmos consideravelmente era grande. Afinal, ele chegaria às 8:40h e teríamos um trânsito e tanto pela frente até chegar ao consultório da pediatra homeopata.

O táxi chegou. E aí vem a surpresa. O trânsito estava EXCELENTE!!! Fluiu. Foi rapidaço! Chegamos lá ainda com 10 minutos de antecedência.

Ou seja, quando achava que o táxi chegaria em determinado horário, não chegou. Demorou mais que o esperado.

Quando chegou, esperava que o trânsito estaria caótico e demoraria bastante. Não estava. Foi rapidaço!

Nessa gangorra entre demora e rapidez, eu percebi essa caráter COMPENSATÓRIO da Roda. Parece que quando há um avanço rápido demais, haverá um atraso proporcional logo em seguida. Quando há uma demora grande, logo em seguida terá um movimento compensatório de rapidez futuramente. E assim ela vai se equilibrando, compensando os movimentos excessivos…

Observarei mais essa dinâmica em outros assuntos e circunstâncias, tais como no próprio Templo de Afrodite de meus clientes da consulta via internet de Tarot.

Beijãozão nocês…
Yub

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.