fbpx

O Sol e a integração da Sombra: resultado é a CRIATIVIDADE!

Em muitos baralhos de Tarot, a Carta do Sol apresenta duas crianças brincando, unidas. Elas aparentam ser gêmeas, pois são muito parecidas.
Somente ontem, ao olhar para esse Arcano (pois o tirei como Carta do Dia), eu pude vislumbrar a sua ligação com a Sombra (na acepção de Jung).
Em meus estudos iniciais, ainda mais por ter sido sempre acompanhado pelas leituras de Psicologia Analítica, eu nunca poderia ter conectado O Sol com A Sombra. Mas eles estão muito ligados.
Foi aí que interliguei o fato que eu já percebera em mim há alguns anos: a consciência e o trabalho com a Sombra é um processo que, bem feito, nos fornece muita energia criativa. Na verdade, a libera. A criatividade dá vazão de uma maneira muito intensa nesse processo de conscientização e integração da nossa Sombra.
E a carta do Sol tem como um de seus primordiais atributos justamente a CRIATIVIDADE.
Resolvi, então, pesquisar o capítulo que aborda essa temática dos irmãos gêmeos (tais como as crianças do Arcano 19 aparentam ser) no livro “Ao encontro da Sombra: O potencial oculto do lado escuro da natureza humana.”
No capítulo 12, de autoria de Christine Downing, ela escreve, na página 88:
“Irmãos/irmãs do mesmo sexo parecem ser um para o outro, paradoxalmente, tanto o eu ideal quanto o que Jung chama ‘a sombra’. Eles estão envolvidos num processo mútuo, único e recíproco de autodefinição. (…) De modo geral, o trabalho de autodefinição mútua parece prosseguir através de uma polarização que semiconscientemente exagera as diferenças percebidas e reparte os atributos entre as irmãs (‘Eu sou a inteligente, ela é a bonita’). Também é frequente que as irmãs pareçam repartir os pais entre elas (‘Eu sou a garotinha do papai, você a da mamãe’). Eu sou quem ela não é. Ela é o que eu mais gostaria de ser mas acho que nunca serei, e também o que mais me orgulho de não ser mas tenho medo de vir a ser.”
“A sombra é relevante ao nosso interesse nos irmãos/irmãs proque Jung diz que nos mitos, na literatura e nos nossos sonhos, a sombra é geralmente representada por um ‘irmão.”
Esses trechos serviram como “fundamento teórico-junguiano” para essa intuição de enxergar a importância do desenvolvimento da criatividade (Sol) através da consciência e do trabalho com a nossa sombra (irmão gêmeo da Carta).
Beijãozão nocês…
Yub 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.