Plutão no Mapa Astral e o medo da perda

Impressionante como tenho atendido clientes nesta semana e na semana passada que estão me ensinando o quanto Plutão representa o medo da perda. Sim, a Casa Astrológica em que ele se encontra em nosso Mapa Astral mostra os tipos de situações e atividades que mais nos amedrontam. Por causa do merdo da perda…
Reparo o quanto pessoas com Plutão na Casa 5 resistem a ter filhos (Casa 5) por causa do medo de perdê-los (Plutão). E quem tem Plutão na Casa 7? Puxa, o medo de perder (Plutão) a pessoa parceira (Casa 7), seja por meio de uma separação ou da própria morte, é algo muito forte, muito intenso, muito profundo (Plutão).
Estou podendo reparar melhor a dinâmica plutoniana porque Saturno está transitando por Libra. E tem feito conjunção a parte da galera da geração de Plutão em Libra (pessoas nascidas entre 1972 e 1983). Eu faço parte desse povo. Nasci no final de 72. Tenho Plutão a 4 graus de Libra. Ele se encontra na Casa 6: a área da vida representada pela saúde.
Como gosto de compartilhar minhas angústias, mostrando que Astrólogo não é um ser superior e tem medo sim dos trânsitos que vê, tenho percebido o quanto tenho medo (Plutão) de não ter saúde (Casa 6). A passagem de Saturno, o qual também representa MEDO, acentua a tendência temerosa representada por Plutão. Tenho tido vários insights envolvendo essa minha ansiedade em relação à saúde. A homeopatia também tem me ajudado consideravelmente nesse processo. Saturno está demandando maior senso de realismo e maturidade (Saturno) para encarar nosso medo da perda (Plutão), em função da conjunção entre tais astros.
Uma cliente-amiga, com Plutão em Libra na Casa 7, está MUITO insatisfeita com seu relacionamento (Casa 7). O modo desta relação se arrastar por tanto tempo e agora chegar nesse nível de insatisfação estão impelindo-a a encarar com realismo (Saturno) o seu medo de (Plutão) ficar sozinha, sem o seu parceiro de anos (Casa 7).
Ela tem consciência do quanto não há mais prazer e envolvimento satisfatórios neste vínculo. Porém, não tem a coragem de terminar. Mudar, transformar a relação? Ela já tentou várias estratégias nesse sentido. Comprovou que não surtiram efeito. Vê que o rompimento é a saída. Porém, se angustia por não conseguir terminar.
Quem tem Plutão na Casa 7 vive o término de um namoro como se fosse a morte. Dói muito… Eles sentem um luto abissal. Sofrem como se a pessoa com a qual se relacionou tivesse morrido (Plutão). Consequentemente, preferem aquela dinâmica escorpiana/plutoniana de ir até a lama e sentir a última gota de lodo ali, objetivando um renascimento. Até quanto não chegam no fundo do poço mesmo, já esgotados de tanto mergulhar numa situação já deteriorada e podre, não fazem o movimento do ressurgimento. Vivem isso na relação (Casa 7) já carcomida pela insatisfação.  
Porém, com Saturno dando o ar de sua graças pelos próximos 2 anos e meio em Libra, não haverá como evitarmos encarar de forma prática, madura e responsável (Saturno) o nosso medo da perda (Plutão) onde o co-regente de Escorpião se encontra em nosso Mapa Astrológico…
Beijãozão nocês…
Yub

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *