fbpx

Relações afetivas sendo abaladas desde 2009 (e cheque mate até JUNHO de 2012)

Dei um exemplo hoje que achei ótimo, numa conversa informal com um amigo.
 
Discursávamos sobre relacionamento, maturidade emocional e respostas emocionais. Expliquei a ele como a atitude tomada diante dos relacionamentos me parecem despreocupadas e carentes de reflexão, pois geralmente se conduz desta maneira:
 
Duas pessoas interessam-se mutuamente. A partir daí passam a se relacionar e a ‘ficar’ (que de modo geral é uma fase leve na qual essas duas pessoas começam a se reconhecer e aprofundar seus laços; é a fase em que elas começam a transitar no universo do outro e vão testar suas afinidades e se são compatíveis)…
 
Daí uma delas se desinteressa e simplesmente deixar de ficar. Simplesmente ‘some’ achando que o silêncio será a resposta para outra que é deixada numa ilha de interrogações – essa parte lembra bastante Psiquê questionando a verdadeira natureza de seu amante Eros, ou mesmo a pobre e abandonada Ariadne na ilha de Naxos.

Construí o seguinte exemplo enquanto conversávamos: “Quando uma pessoa entra na sua vida, ela normalmente pede permissão para tal ou sinaliza, revelando seu interesse. Contudo, comumente a gentileza do “pedido” de entrada nem sempre é respeitado na saída… e simplesmente ela sai, sem justificativas aparentes, acreditando que a outra parte entenderá que seu ‘sumiço’ servirá de respostas as todas as questões que passarem pela sua cabeça.
 
A informalidade que hoje em dia existe nos relacionamentos não exime o respeito e consideração que devem ser levados em conta, pois ao deixar essa incógnita do sumiço no ar, só revela o desrespeito e a falta de maturidade diante do outro na relação.
Imagine que alguém lhe pede abrigo e daí você entrega a chave da sua casa para hospedá-la, já que ela pediu para entrar e você quer deixá-la livre. Daí ela simplesmente resolve ir embora, leva a sua chave e fica meses sem aparecer até que por fim aquilo passa a a ser entendido como abandono.
 
Se fosse esse o caso seria no mínimo deselegante e ingrato tal atitude tão leviana. Por isso quando for entrar na vida de alguém, lembre-se que terá que ser maduro para comunicar que vai sair dela, pois isso se chama respeito! Se fossem duas áreas de uma grande empresa que não se comunicam, elas levariam a empresa à falência.
 
Muitas vezes bastam simples palavras que tornam o tormento do outro suavizado, e serve como eutanásia num momento tão aflitivo, pois aquela pessoa poderia continuar nutrindo esperanças enquanto a outra está despreocupadamente deitado em sua cama, dormindo e vivendo sua vida egoísta, achando que amor é roleta-russa.
 
Com este trânsito de Saturno (maturidade) em Libra (nos relacionamentos) desde 2009, devemos encarar os relacionamentos com mais responsabilidade. Nem todo contrato existe em papel e precisa de um cartório para registrá-lo. Estamos numa época onde a maioria dos casamentos são informais, e o flerte evolui para um ficar e quando o casal se dá conta estão morando juntos, ou seja, casados. Nenhum deles disse sim na frente de um representante jurídico ou religioso. Mas nem por isso a união deixou de ter o valor de um casório. Vemos então que a informalidade foi levada mesmo para os contatos iniciais da relação e alcançou seu estabelecimento máximo que é a relação conjugal.

 
Todavia não devemos confundir informalidade com inconsequência ou irresponsabilidade – coisas lá do atual trânsito de Urano em Áries. Ao pensarmos só na nossa autossatisfação (Urano em Áries), o que pra nós basta, e esquecermos do outro lado da balança (Libra), só nos revela nosso despreparo para iniciarmos (Urano e Vênus em Áries, enfatizando novos contatos e rumos) ou mesmo mantermos uma relação.
 
Ainda neste ano de 2012, Saturno entrará em Escorpião. Testará as estruturas mais rígidas e forçará a sobrevivência só daquelas que de fato forem fortes para morrer e renascer, não mais de forma individual e sim de forma conjugada. Libra é a visão do Outro, e Escorpião a visão do Nosso. Tudo aquilo que foi construído e compartilhado nas uniões (Saturno em Libra) logo em breve passará por um abalo em suas estruturas (Saturno em Escorpião).

Saturno está retrógrado em Libra (e assim permanecerá até JUNHO de 2012) para que tenhamos tempo de rever nossas estruturas (Saturno) como casal (Libra) e aquilo que levamos como experiência e maturidade (Saturno) relacional para as uniões (Libra).

Igor Freire
Equipe YUB de Astrologia
E siga no Twitter @IgorLust

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.