Signos de Virgem e Peixes: Tsunamis no Japão

Fico aqui pensando… o Japão é um país extremamente ritualístico. É um povo formal, contido emocionalmente. Privilegiam o ritual. E não demonstram facilmente as emoções.

Peixes envolve emoções. Virgem representa rituais. Estamos na lunação do Signo de Peixes, com “trezentos” Planetas nesse Signo. E o Ascendente dessa lunação é virginiano. Porém, isso ocorreu no Brasil, dia 04/03/11. Fui observar quando o Sol e a Lua em Peixes se uniram no mesmo grau lá no Japão. E eis que ali ocorreu dia 05/03/11, em Tóquio, às 05:45h da manhã. Veja o Mapa Astral de tal Lunação Pisciana no Japão.

Impressionante, não? Lá se destacava o Ascendente em Peixes, com essa cacetada de Planetas nesse Signo de ÁGUA na Casa 1.
A Casa 1 é a imagem que uma pessoa (ou país) apresenta, quando observamos o Mapa Natal. Nesse caso, é o modo como o país será visto e percebido pelos outros durante o mês de Março – período da lunação deste mês.
Qualquer Planeta que se encontra no Ascendente de  um Mapa Astral ganha uma evidência maior. Já reparou quando a Lua, por exemplo, está nascendo no horizonte. Ela não parece de um tamanho muito maior do que costumamos ver quando ela já se encontra mais acima no céu? O mesmo ocorre no Mapa Natal de alguma pessoa, empresa ou evento.
E o Japão, nesta lunação de Março, tem uma cacetada de Planetas em Água (Peixes) ganhando uma evidência ainda maior. Tudo junto!!! E Peixes é o mar profundo, oceânico, abissal. É a grandiosidade das águas…
Fico imaginando se o fato do país ser tão contido, ser tão ritualístico, ser tão técnico, ser tão virginiano – como o Japão o é – não gerou o efeito compensatório, com as águas emocionais, piscianas, do inconsciente transbordando em tsunamis netunianos como vêm ocorrendo neste mês de Março no país.
Além disso, Netuno está ali, angular (próximo ao Ascendente). Ou seja, reforça toda essa questão do deus dos mares, Netuno, com seu tridente netuniano, ebulindo as profundezas do mar no país – conforme o Mapa da Lunação da capital japonesa mostra…
A Astrologia é riquíssima para a gente prestar atenção na importância de se conjugar as polaridades, complementando-as, como no caso do eixo Virgem-Peixes. Não dá para ficar muito no aspecto técnico, formal e ritualístico de Virgem. As emoções, o inconsciente, o abismo das profundezas psíquicas precisam de espaço e oportunidade para serem vivenciados… Se não ocorre essa complementação, então, a vida cobra o equilíbrio através desse efeito de Compensação psíquica, conforme Jung tanto falava...
O interessante é que Virgem é a Ordem. Peixes é o Caos. Nem um nem outro podem ser privilegiados em detrimento da outra parte. Precisam caminhar juntos, de forma complementar. Quanto mais controle sobre a natureza, sobre a força incontrolável da natureza, mais esta jorra o caos…
Beijãozão nocês…
Yub

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *