Sincronicidades NEGATIVAS – Reflexões!

Sempre li – e ouvi – meu amigo-irmão Láz (http://voadores.com.br/site/geral.php?txt_funcao=colunas&view=4) escrever e falar sobre sincronicidades positivas e NEGATIVAS.
Eu, até então, não tinha me atentado para essa diferença. Para mim, sincronicidade era sincronicidade. Nunca tinha pensado na possibilidade de uma SINCRONICIDADE ser negativa. Eu entendia o que ele queria dizer quando abordava o tema, inclusive, com exemplos práticos. Como este:
Porém, era um entendimento superficial. Ou melhor, eu não conseguia COMPREENDER de fato o que o Láz falava a respeito de SINCRONICIDADES NEGATIVAS. E só fui realmente apreender a importância dessa DIFERENÇA entre SINCRONICIDADES ao ver o filme ALÉM DA VIDA (conforme já escrevi aqui).
Ficou tão claro pra mim… quando vi na vida de um dos protagonistas a série de SINCRONICIDADES NEGATIVAS… Se a gente prestar atenção nelas, saberemos que elas estarão nos guiando para um caminho (uma escolha, uma decisão, uma pessoa, uma relação e um ambiente) contrário ao que insistimos em seguir. 
Foi aí que eu percebi em MEU CORPO, neste fim de semana, os SINTOMAS DE UMA SINCRONICIDADE NEGATIVA. Sim, determinados sintomas (como o nariz escorrendo, ou uma quantidade absuda de espirros, uma dor de estômago, uma dor de barriga, etc.) que se repetem numa específica intensidade PODEM SER INDÍCIOS DE  UM SINAL DE ALERTA. Algo que estamos fazendo, pessoas com as quais entramos em contato, pensamentos sobre determinados assuntos e um estilo costumeiro de reagir às situações, enfim, podem nos revelar muita coisa sobre nós, nossos relacionamentos, atitudes e sentimentos. 
Ainda quero avaliar melhor os detalhes que envolvem esse tipo de SINCRONICIDADE NEGATIVA, a fim de compreendê-la. Já entendi o recado. Ok, evitarei esse caminho. Porém, ainda preciso compreender melhor. Pois assim poderei, inclusive, compartilhar mais questões aqui sobre esse episódio… que vinha se repetindo há um tempo… Por enquanto, precisarei deixar algo meio vago a respeito desse assunto, desse exemplo prático. 
Beijãozão nocês…
Yub

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *