fbpx

Soletrando (Caldeirão do Huck) e Pajem de Espadas

Sou fascinado pelo Tarot. Quando vejo na prática, no dia-a-dia, a manifestação de um Arcano, sinto muito prazer. Por isso, é uma fonte de aprendizado e de satisfação tentar observar um simbolismo se mostrar nos eventos cotidianos.
Nesse intuito de olhar a vida com olhos simbólicos, fui convidado pela minha Querida Cynthia para escrever sobre o Pajem de Espadas para o seu blog (http://oraculolenormand.com.br/42212.html). Ao aceitar o convite dela, me abri para as mensagens do inconsciente. Fiz o pedido ao Universo: quero que me mostre uma situação prática que represente o Pajem de Espadas.
Depois desse pacto com a Vida, continuei vivendo. Confiei que reconheceria uma circunstância fiel à manifestação do que o Pajem de Espadas simboliza. E assim ocorreu. Sabe o que percebi? Vou contar daqui a pouco. Primeiro falarei sobre a simbologia desse Arcano. Assim, quando contar para você qual experiência me retratou os significados dessa Carta, você sorrirá comigo.
Todos os Pajens (independente do Naipe) retratam uma situação incipiente. Há uma promessa de que algo poderá ser desenvolvido a partir daquela semente. Surge um convite, um pedido, enfim, a possibilidade de alguma experiência.
O Naipe de Espadas representa a mente, o intelecto, a comunicação. Simboliza também um estado de espírito voltado para a realização de nossos próprios desejos. Muitas vezes, por egoísmo e imaturidade, tais desejos não levam em consideração outras perspectivas. Achamos que estamos corretos. Daí a consequência de conflitos ou sofrimentos que esse Naipe veicula.
Portanto, se unirmos a essência dos significados dos Pajens ao do Naipe de Espadas, teremos a seguinte dinâmica: haverá um clima (Pajem) tenso (Espadas), porque temos a possibilidade (Pajem) de fazer valer a nossa vontade, os nossos desejos (Espadas). Principalmente a nível intelectual e mental (Espadas).
Você sabia que as Figuras da Corte (Pajens, Cavaleiros, Rainhas e Reis) podem representar alguma pessoa? Sim, tais Arcanos – quando saem em algum jogo de Tarot – tendem a mostrar que alguma pessoa poderá influenciar nossa vivência na questão abordada. No caso dos Pajens, pode ser uma criança ou mesmo alguém imaturo.
Nesse último Sábado, Dia 10/04/2010, vi uma situação que descreve bem a manifestação do Pajem de Espadas: crianças (Pajem) numa disputa intelectual (Espadas). Isso mesmo! Foi a final do Soletrando 2010 no programa Caldeirão do Huck. Bacana, né? Aquelas crianças, cada qual escolhida por representar seu Estado, procuram vencer a competição nacional. Uma manifestação literal do Pajem de Espadas.
E uma outra situação, mais comum em nosso dia-a-dia, que também representa a dinâmica desse Arcano, ocorre quando surge aquele climão entre namorados, por exemplo. Um falou uma “verdade” que incomodou, feriu, machucou a pessoa parceira. E isso fez gerar um clima tenso de conflito (pajem de espadas). O casal precisará dialogar e esclarecer esses pontos de discordância, a fim de superar esse clima tenso. Este foi gerado por críticas e palavras cortantes (Pajem de Espadas) em que cada qual dizia-se coberto de razão (espadas).
Aprendemos muito tentando enxergar o simbolismo do Tarot nas situações arquetípicas (comuns a todas as pessoas).
Beijãozão nocês…
Yub

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.