fbpx

Suicídio e Leila Lopes: A coragem CONSCIENTE de se matar!

Acabo de escrever sobre o Signo de Escorpião, aplicando sua dinâmica ao time do Flamengo, e me deparo com as notícias sobre Leila Lopes. Mais especificamente, sobre a carta que ela deixou à família quando foi encontrada morta na madrugada do dia 03/12/2009.
Leila era escorpiana. Nasceu dia 19/11. Há uma polêmica sobre o ano de seu nascimento. Alguns consideram 19/11/1969. Nesse caso, a atriz teria 40 anos. Outros consideram que ela mentia a idade que tinha. Ela dizia ter 40 anos quando, na verdade, tinha 50. Ou seja, teria nascido realmente 19/11/1959.
Analisando os dois mapas, parece que o de 19/11/1959 faz mais sentido. Sol e Marte em Escorpião – em quadratura com Urano. Lua em Câncer. Saturno em Capricórnio. Vênus em Libra.
Saturno em Trânsito pelo Signo de Libra está fazendo quadratura com a oposição natal Lua-Saturno, a qual, por sua vez, está em Quadratura com Vênus em Libra. Além de estar pegando os nodos lunares. Mais uma vez o trânsito de Saturno marcando a morte literal (e não a morte psicológica de Plutão). Embora Plutão no início de Capricórnio esteja também aspectando esses posicionamentos natais.
Marte em trânsito por Leão pode simbolizar a coragem de Leila de colocar fim à sua vida. E esse Marte está justamente em oposição ao Urano: ação (Marte) súbita (Urano) de tirar a sua própria vida (Sol em Escorpião recebendo essa quadratura de Marte), gerando o choque (Urano).
Neste ano de 2009, Leila Lopes estava no Ano Pessoal 5. Tal ciclo simboliza a necessidade de liberdade, de viajar, de romper bruscamente com o que incomoda. Ela decidiu fazer isso por meio do suicídio. Porém, ela não chama de suicídio. Ela simplesmente considerou que fez tudo o que tinha de fazer aqui, estava cansada e quis ir embora. 
Admiro demais quem tem essa coragem. Quem – CONSCIENTEMENTE – considera que realizou o que tinha de realizar e decide colocar fim à vida aqui. Não se prende às crenças espíritas e espiritualistas ao estilo do livro MEMÓRIAS DE UM SUICIDA. 
Ao ler esses trechos, foi possível perceber (posso estar REDONDAMENTE enganado) que ela acredita serenamente que será “perdoada” por Deus. E quis ir para se encontrar com sua mãe (Lua em Câncer).
Não estou justificando TODO suicídio. Sempre considerei suicídio um ato de covardia. Mas em raras ocasiões, pra mim, é o gesto mais corajoso que conheço. E no caso de Leila, posso estar errado, me parece um CONSCIENTE ato de CORAGEM. Ela, como boa escorpiana, conforme escrevera, renasceu mais forte de várias crises. Desta vez, ela quis renascer em outro plano, indo embora daqui. Se esse plano existir, receba daí minha admiração LEILA LOPES!
Beijãozão nocês…
Yub

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.