Trânsitos de Plutão e a impotência de nossa vontade. E a quadratura com Urano!

Plutão é considerado a oitava superior de Marte. Ou seja, se Marte simboliza nossa vontade, Plutão representa uma vontade ainda mais poderosa, intensa. Não por acaso é o planeta da obsessão: de querer algo custe o que custar. Quer porque quer, insanamente…

Plutão negativo é a nossa vontade egóica de querer controlar tudo e todos. Na verdade, de querer controlar o destino. É uma luta entre a nossa vontade pessoal e a vontade transpessoal.

Nos Trânsitos de Plutão é quando mais percebemos a impotência de nossa vontade egóica diante da força descomunal da Vontade Maior (chame você essa Vontade de Vontade de Deus ou da Vida como um Todo).

Em trânsitos plutonianos que mais notamos a veracidade daquela frase de Jesus:

“Seja feita a Vossa vontade e não a minha.”

Plutão vem transitando em Capricórnio. Atualmente, a 9 graus desse Signo. E já há alguns anos vem dançando agarradinho com meu Sol em Capricórnio. A conjunção está exata.

Meu Sol em Capricórnio na Casa 9 é o astro regente da minha Casa 5 em Leão. A Casa 5 é associada a jogos. E a Casa 5 e a Casa 9 costumam indicar esportes. Eu criei recentemente um blog exclusivo de Tarot aplicado a jogos de futebol. O http://www.yub-tarot-futebol-loteca.blogspot.com.br/

Na verdade, eu venho praticando o Tarot neste campo futebolístico há anos. Fiquei uns 3-4 anos praticando com o Método Peladàn. Eu e a Cecília Santos. Mas vimos – junto com a Nanda – que este método parecia complexo demais. Resolvi,  há cerca de quase um ano, experimentar o Método Três Casas.

Inicialmente, comecei caladinho. E vinha obtendo vários resultados positivos. Então, resolvi expor os jogos e ver se continuava acertando (agora publicamente). Vaidade egoica de Sol-Casa 5?? Provavelmente…

Acertei dois jogos que foram muito elogiados (Casa 5):

A partida final do Corinthians contra o Chelsea, quando se consagrou Campeão Mundial de Clubes no fim do ano passado: http://yub-tarot.blogspot.com.br/2012/12/previsoes-tarot-corinthians-x-chelsea.html

E a partida pela semifinal da Libertadores deste ano entre Atlético/MG x Newell’s Old Boys que previ que o Galo passaria à final do torneio: http://yub-tarot.blogspot.com.br/2013/07/tarot-previsoes-atleticomg-x-newells.html

Empolguei. Ou me deslumbrei? Quis jogar e publicar as previsões para a Final da Libertadores. E não segui minha intuição, a qual me dizia que eu não tinha clareza sobre as partidas dessa. O fato de ser cruzeirense me atrapalhou demais. Não queria admitir que o Galo seria Campeão…

John Frawley, mestre em Astrologia Horária, em seu livro MANUAL DE HORÁRIA, escreve o seguinte (e que pode ser aplicado ao Tarot, porque tal como a Horária, é uma ferramenta para previsões):

Preparação para o Julgamento

       Acredito piamente que, não importa quão hábil seja o astrólogo, o julgamento correto só lhe é dado pela graça Divina. Mesmo se todos os elementos necessários para o conhecimento estão em nossa cabeça, podemos não conseguir juntá-los corretamente: isto é uma dádiva. Assim eu sugiro enfaticamente que antes que você comece um julgamento, você reze pedindo esta graça.

       Mesmo se não rezar, faça alguma coisa, lave suas mãos, ou sente-se tranqüilamente por um minuto ou dois para limpar sua mente. É muito mais fácil ler o astrólogo, quando você devia estar lendo o mapa; mas o propósito da horária é dar um ponto de vista desapaixonado da situação. Você precisa deixar de lado seus pontos de vista e suas suposições e ficar aberto para o que está diante de você. Eu já percebi que, por exemplo, muitas vezes me fazem perguntas para as quais minha reação imediata é ‘Não seja tolo’, mas o mapa me mostra que aquilo que o querente está sugerindo, não importa quão estranho possa parecer para mim, é verdadeiro. É vital lembrar que você não sabe. É a astrologia que sabe.

               Você vai descobrir que alguns mapas, como este sobre o gato, são claros como o cristal. Muitos outros não são. Algumas vezes a falta de clareza é causada pela falta de conhecimento do astrólogo ou pela abordagem errada do mapa. Algumas vezes o mapa parece confuso porque a situação que ele descreve é confusa. Muitas situações são ambivalentes, sem respostas claras. 

Isso é humildade. Isso é o que Plutão pede de nós. Não é a nossa vontade egoíca que reina. Quanto mais queremos fazer previsões certas, acertar e mostrar nossos acertos, mais chances tem de errarmos. 

Todavia, o lado negativo do trânsito de Plutão é justamente o de afrontarmos essa Vontade Maior. E querermos de qualquer jeito controlar as situações (e pessoas) em prol do que nossa vontade almeja. É uma luta inglória. Porque nossa vontade pessoal sempre perde. Quando ganha, é porque estava em harmonia (em sintonia) com a Vontade Maior. Não ganhou. Atuou em conjunto. 

Tenho visto MUITAS clientes (em minhas consultas de Tarot e de Astrologia) querendo veementemente certas situações. E a Vida vem mostrando o quanto esse querer está desequilibrado, doentio – tal como o meu veemente desejo de acertar as previsões de Tarot aplicadas a partidas de futebol. Porque a Vida está constantemente impedindo-nos de conquistar o que afoitamente queremos porque queremos.

Muitas vezes, o alvo de nosso desejo, de nosso querer, está correto. Mas a forma como estamos querendo, o jeito que temos batalhado por realiza-lo é que não está legal. Está obsessivo, arrogante, egoísta. Está compulsivo, movido por uma ansiedade tal que revela, no fundo, um baita medo de…. PERDER. De perder aquilo que queremos conquistar. De perder os efeitos (amor, glória, sucesso, etc) que viriam com a conquista do que queremos. 

Como Nietzché diz nesta imagem que colei neste post, a vontade precisa se aliar ao tempo. E tempo é sinônimo de Capricórnio – signo em que Plutão transita. O problema é que nossa vontade quer controlar o tempo para termos o que queremos rapidamente (Urano em Áries quadrando esse Plutão). Nunca essa vontade afoita, essa vontade impaciente, esteve tão notória e explícita!! Essa quadratura URANO em ÁRIES – PLUTÃO em CAPRICÓRNIO não é brincadeira. Ainda mais que envolve Signos Cardinais (Áries e Capricórnio), os quais são DINÂMICOS. Não aguentam ficar parado. Querem agir, entrar em ação. 

Então, eis aí o grande aprendizado desta fase de nossas vidas. Se aprendermos a colocar nossa vontade em sintonia com a Vontade Maior (Plutão), poderemos, quem sabe, até nos surpreender (Urano) com o que conquistaremos (Áries). Em cada projeto pessoal (Áries) inovador, diferente e progressista (Urano), precisamos respeitar esse ritmo do tempo para que nossa vontade seja realizada em comum acordo com a Vontade Maior (Plutão). 

Beijãozão nocês…
Yub

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *