fbpx

Um símbolo (astrológico, numerológico, tarológico) nunca se esgota!

Dá uma certa angústia trabalhar com sistemas simbólicos, tais como com a Astrologia, a Numerologia e o Tarot. Porque quanto mais a gente estuda e observa na prática a manifestação de um posicionamento astrológico, de um Arcano e de um Número, mais a gente enxerga a amplitude de um símbolo.
Há várias interpretações para cada símbolo numerológico, astrológico e tarológico. E esses inúmeros significados fazem parte da essência do respectivo símbolo. Ou seja, um símbolo nunca esgota os seus significados. À medida que o ser humano evolui, evolui também a amplitude de possibilidades interpretativas da vivência de um símbolo. 
Ao ler um trecho do livro da von Franz (O significado psicológico dos motivos de redenção nos contos de fada), isso ficou mais claro pra mim. Veja:
“O sistema filosófico com que tentamos interpretar o conteúdo do inconsciente está aberto a ainda mais, e esse é o modo como uma interpretação não terá um efeito destrutivo. Devemos ater-nos ao que é possível e, ao mesmo tempo, inferir que existe muito mais, de modo que haja espaço para o crescimento.”
Von-Franz está falando dos sonhos: desse conteúdo do inconsciente. Um sonho é formado por símbolos. Então, substitua na frase acima o termo “conteúdo do inconsciente” por símbolo (numerológico, astrológico, tarológico, onírico).
Assim, perceberá o quanto é importante a gente não bater o martelo numa previsão e dizer que Saturno em trânsito em conjunção com a Lua Natal será a morte (Saturno) da mãe (Lua). Pode ser também uma reestruturação (Saturno) de seu lar (Lua). Pode ser também um amadurecimento (Saturno) emocional (Lua). Pode ser o apoio (Saturno) da família (Lua). Pode ser o compromisso (Saturno) com uma mulher (Lua). Pode ser também o assumir maiores responsabilidades (Saturno) familiares (Lua). E por aí vai… rsrs
Beijãozão nocês…
Yub

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.